O técnico do Atlético Paranaense Geninho ficou muito revoltado com os erros de arbitragem que culminaram no empate em 2 a 2 com o São Paulo, na tarde deste domingo, no Morumbi. O comandante rubro-negro ficou feliz com a atuação dos seus jogadores, porém lamentou que todo um trabalho para esta partida foi jogado ralo abaixo após o gol em impedimento, anotado por André Lima, no final do jogo.

"Claro que houve interferência da arbitragem no resultado. O problema não atinge o meu trabalho, mas sim o desses garotos que correram muito para vencer hoje. É preciso parar com estas interferências de árbitro no resultado, o juiz faz isso e o prejudicado reclama, enquanto o que foi beneficiado também diz que já foi prejudicado antes. Está na hora de se tomarem algumas medidas", disse Geninho.

Na análise do técnico do Furacão, o São Paulo criou oportunidades para empatar e até vencer o jogo e a "ajudinha" da arbitragem era desnecessária. Mesmo chateado, Geninho acredita no trabalho do presidente da Comissão Nacional de Árbitros, Sérgio Corrêa.

"Reclamo do resultado pela forma que ele aconteceu. Não temo pelo futuro porque conheço bem a pessoa que comanda os árbitros, é uma pessoa séria, que vem fazendo de tudo para que as coisas andem bem. Acho que ele começará a cobrar (dos juízes), mas só gostaria de fazer um alerta logo no início do campeonato, porque o prejuízo para as equipes é muito grande. Somos muito cobrados pelos resultados."

Além de elogiar a equipe como um todo, Geninho teceu comentários sobre o estreante Rafael Miranda. "Foi o primeiro jogo, ele foi bem, só comprovou o que eu falava dele. É um jogador que marca bem e sai com a bola dominada, que vai nos ajudar bastante", finalizou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]