Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Juve vence Cagliari e segue na ponta do Italiano | Stefano Rellandini / Reuters
Juve vence Cagliari e segue na ponta do Italiano| Foto: Stefano Rellandini / Reuters

A Juventus deu mostras nesta sexta-feira do porquê é líder do Campeonato Italiano. Em jogo amarrado, difícil diante do Cagliari, fora de casa, a equipe de Turim não jogou bem, saiu atrás no placar e ainda perdeu um pênalti. Mesmo assim, conseguiu a virada nos acréscimos e acabou vencendo por 3 a 1 graças a Alessandro Matri, que entrou no segundo tempo e marcou duas vezes. Vucinic também deixou sua marca, enquanto Pinilla fez o dos anfitriões.

O resultado levou a Juventus aos 44 pontos, abrindo dez de vantagem para o segundo colocado, a Inter de Milão, que ainda atua neste sábado. Na próxima rodada, a equipe enfrenta a Sampdoria, dia 6 de janeiro. Já o Cagliari segue ameaçado pelo rebaixamento, na 17.ª colocação, com 16 pontos, e terá pela frente a Lazio, um dia antes.

Atuando em casa, o Cagliari surpreendeu a Juventus indo para cima no início do jogo, e conseguiu abrir o placar. De pênalti, Pinilla marcou aos 16 minutos, jogando a pressão para o lado da líder do campeonato, que viu os anfitriões se fecharem e tentarem explorar o contra-ataque.

O restante do jogo se desenhou desta forma e a forte marcação do Cagliari começou a irritar os jogadores da Juventus, o que deixou o confronto nervoso. Aos 20 minutos da segunda etapa, Astori foi expulso e a pressão do time de Turim aumentou. Arturo Vidal chegou a perder um pênalti, batendo por cima.

Com grande atuação, o goleiro Michael Agazzi impedia o empate. Em um lance, ele fez grande defesa em cabeçada de Matri, a bola ainda tocou na trave e a zaga afastou. Até que aos 30 minutos, não teve jeito e justamente Matri empatou.

A igualdade só aumentou a pressão da Juventus e o nervosismo em campo também. De tanto insistir, a equipe de Turim conseguiu a virada aos 46 minutos. O brasileiro Nenê tentou tirar a bola de dentro da área, mas acabou acertando Quagliarella. A sobra ficou com Matri, que só teve o trabalho de deslocar Agazzi. Ainda deu tempo de Vucinic marcar o terceiro, aos 49, e selar o resultado.

O outro jogo desta sexta pelo Italiano também foi decidido nos acréscimos. Pescara e Catania empatavam por 1 a 1 até os 46 minutos do segundo tempo, quando Togni, de falta, deu a vitória ao Pescara por 2 a 1.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]