Serginho acredita que perda de jogadores deve enfraquecer time norte-americano | Rodolfo Bührer / Gazeta do Povo
Serginho acredita que perda de jogadores deve enfraquecer time norte-americano| Foto: Rodolfo Bührer / Gazeta do Povo

A seleção norte-americana masculina de vôlei teve um ano de 2008 perfeito e desbancou a hegemonia brasileira ao conquistar os Jogos Olímpicos de Pequim e a Liga Mundial. No encalço do Brasil a equipe já ocupa a segunda posição no ranking da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Mas, para o líbero Serginho, um dos principais símbolos do time vencedor montado pelo técnico Bernardinho, os Estados Unidos devem sofrer uma queda nos próximos anos.

"Eu creio que os EUA, com a saída do Stanley e de alguns outros jogadores, deve cair. Não vejo na seleção americana jogadores do mesmo nível daqueles que foram bem no ano passado", destacou o atleta brasileira

Serginho ainda lembrou que os Estados Unidos, por enquanto, só jogaram bem em uma temporada. "Os Estados Unidos só tiveram um ano bom, em 2008, quando ganharam tudo. Já nossas vitórias aconteceram por vários anos seguidos", declarou.

Ele ainda reconheceu que o Brasil não atuou bem em 2008. "Jogamos mal a liga Mundial e mesmo na Olimpíada, quando chegamos até a final, sabíamos que não estávamos no nosso melhor".

Outra seleção que Serginho acredita estar em decadência é a Itália, maior campeã de todos os tempos da Liga Mundial, com oito conquistas. "Não os vejo com toda esta força, eles não têm mais jogadores de talento em várias posições", assinalou.

Para o atleta do Santander/São Bernardo (SP), os principais adversários da seleção brasileira nos próximos anos serão Sérvia Polônia, Bulgária e Rússia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]