A definição sobre a presença de Manoel no jogo de amanhã contra o Palmeiras ficou para hoje. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Dr. Rubens Approbato Machado, não teve tempo de apreciar a denúncia enviada ontem pelo procurador-geral Paulo Schmitt, com o pedido de suspensão preventiva do defensor rubro-negro e do zagueiro do Palmeiras Danilo. O atleta do time paulista cuspiu e xingou o atleticano de "macaco" no jogo de ida semana passada pela Copa do Brasil. Manoel havia lhe dado uma cabeçada e depois revidou com um pisão.

A suspensão aliviaria o clima tenso previsto na Arena amanhã. A torcida iniciou em redes virtuais de relacionamento uma campanha para os atleticanos pintarem o rosto de preto como protesto anti-racismo.

Outra mobilização foi en­­campada pela comissão de mo­­saicos do estádio. "Resol­­vemos fazer um manifestação contra aquele episódio e pedindo mais repeito", explicou um dos integrantes da comissão, André Fer­­reira Marcondes, que torce pela ausência de Danilo no jogo de­­cisivo de amanhã.

"Seria melhor se ele não jogasse. Com certeza o clima vai ser muito hostil. Espero que não haja violência. A torcida tem uma rejeição grande desde a saída dele. A ira aumentou, ainda mais por ter sido contra o Manoel, um xodó da torcida e formado em casa", comentou.

Apesar do risco, a diretoria do Palmeiras garantiu a convocação do zagueiro, caso ele não seja suspenso pelo STJD. "O Danilo vai estar em Curitiba com o restante do elenco. Esta­mos com receio de que a torcida do Atlético faça desse jogo uma batalha. Vamos para lá preparados para tudo. E de­­nunciaremos todas as coisas erradas que acontecerem no dia", avisou o diretor de futebol alviverde Genaro Marino à TV Gazeta.

O Atlético também gostaria de contar com Manoel para amenizar os seus problemas. Além da ameaça de perder o zagueiro, o clube trabalha para recuperar Bruno Mineiro e Rodolfo, desfalques no Atletiba. Valencia saiu do clássico com dores na sola do pé direito e será reavaliado. Outra baixa confirmada é Paulo Baier, expulso no Palestra Itália.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]