Enquanto o elenco voltava do Equador nesta quinta-feira, depois de ter perdido para a LDU na última terça, pela Libertadores, a diretoria do Palmeiras apresentava o mais novo reforço do time. O lateral/zagueiro Marcão chegou ao clube e disse estar pronto para estrear com a camisa palmeirense já no sábado, no jogo contra a Portuguesa, no Canindé, pelo Campeonato Paulista.

Aos 33 anos, Marcão veio do Internacional e assinou com o Palmeiras até o final de 2010 - sua fase de maior sucesso foi no Atlético-PR, onde foi vice-campeão da Libertadores de 2005. É mais um jogador experiente, ao lado do goleiro Marcos e do zagueiro/volante Edmílson, para comandar o jovem elenco palmeirense formado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo nesta temporada.

"Vinha jogando normalmente no Internacional e minha documentação está regularizada. Só estou sem treinar há dois dias. Mas isso não é problema e, se o Vanderlei (Luxemburgo) optar por mim, estou à disposição já para o jogo contra a Portuguesa", avisou Marcão, que entrou em campo pela última vez no dia 8 de fevereiro, no clássico gaúcho contra o Grêmio.

Marcão, inclusive, admitiu não ter preferência por nenhuma posição dentro do time, deixando a escalação nas mãos de Luxemburgo. "Já joguei de lateral-esquerdo e zagueiro. Não tenho preferência. Se precisar, jogo em qualquer posição. Isso é o que menos importa", explicou o jogador, empolgado com essa oportunidade na carreira. "Estou muito feliz pelo acerto, é uma satisfação muito grande vestir a camisa do Palmeiras."

Um dos motivos dessa satisfação é poder trabalhar com Luxemburgo, a quem Marcão elogiou muito durante a entrevista coletiva desta quinta-feira. "Sem demagogia alguma, ele é o melhor do País. É um técnico que enxerga além das quatro linhas e, taticamente, sabe armar um time dentro dos 90 minutos. Vai ser uma honra e uma oportunidade única trabalhar com ele", revelou.

Por isso mesmo, Marcão promete ser uma peça importante para Luxemburgo no elenco palmeirense, tanto dentro quanto fora de campo. "Quero dar o exemplo das coisas que eu passei e sei que minha experiência vai ser importante. Os jogadores mais jovens precisam saber a importância que é vestir a camisa do Palmeiras, por exemplo", disse o jogador, que defendeu também o Atlético-MG, Coritiba e Santo André, entre outros.

Na avaliação dele, o Palmeiras montou um grupo forte para a temporada 2009 e tem tudo para ser campeão das competições que disputar. "É um time de muita qualidade. Para começar, o Campeonato Paulista é o mais difícil do Brasil. Aqui estão os principais times e as dificuldades começam por aí. Mas o Palmeiras embalou e não tem apenas 11 titulares, e sim um elenco de nível", afirmou Marcão. "Estou aqui para contribuir e ajudar a equipe."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]