Cotado para ser candidato a presidente do Coritiba, o suplente de deputado federal Marcelo Almeida (PMDB) revela que acabou ficando de fora da disputa no Alto da Glória porque Alex desistiu de assumir o cargo de diretor de futebol do clube. Segundo Almeida, ele e o meia chegaram a avançar em um acordo, mas o jogador preferiu não assumir compromisso para viver um "ano sabático" em 2015. "Quando ele me disse que preferia não seguir com o projeto, eu também não encontrei mais motivo para concorrer", afirmou o peemedebista, que disputou a eleição para o Senado em outubro e não se elegeu.

Almeida diz que planejava com Alex uma "revolução" no centro de treinamentos e na formação de atletas. Outros nomes que participariam da chapa seriam os ex-presidentes Sérgio Prosdócimo e Joel Malucelli. "Acho que seria mais fácil fazer as coisas acontecerem no futebol do que na política. Não é um sonho que ficou para trás. Na próxima, eu vou pensar de volta em disputar", afirmou. Almeida é o patrocinador da biografia de Alex, escrita pelo jornalista carioca Marcos Neves.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]