O Cruzeiro perdeu mais uma chance de encostar no São Paulo. Nesta sexta-feira, a equipe mineira ficou no empate de 2 a 2 com o Náutico, em Belo Horizonte, após abrir 2 a 0 no primeiro tempo, ficando agora a dez pontos do líder. Alecsandro e Ângelo marcaram para o time da casa, enquanto Acosta fez duas vezes para o Timbu.

O jogo começou com uma má notícia para o time da casa. O zagueiro Thiago Martinelli teve que deixar a partida aos seis minutos por conta de uma contusão. Emerson entrou em seu lugar. Mas a equipe celeste não se deixou abater e teve a sua primeira oportunidade com nove de jogo, com Roni finalizando com perigo, à esquerda de Fabiano.

A volta do artilheiro

Apesar de o Náutico ter equilibrado as ações depois deste lance, o Cruzeiro contou Alecsandro, que voltava ao time, para abrir o placar. Aos 26, ele completou cobrança de falta de Fernandinho com um leve desviou e colocou no canto esquerdo.

Pouco antes do gol celeste, Marcelinho obrigara Fábio a fazer boa defesa em chute sem ângulo. Era ele quem mais dava trabalho mesmo. Com 33, ele foi lançado, tendo apenas Thiago Heleno na marcação. O atacante preferiu não partir para cima a chutou torto, perdendo boa chance.

Se o Timbu perdeu a oportunidade de empatar, a Raposa não marcou bobeira e ampliou dois minutos depois. Roni recebeu à esquerda da área e cruzou. Ângelo apareceu como elemento surpresa, cabeceando no canto esquerdo: 2 a 0.

Show de Acosta na etapa final

O segundo tempo começou movimentadíssimo. Serginho entrou no lugar de Rafael Mineiro e foi logo mostrando a que veio. aos dois minutos, ele apareceu bem pela esquerda e cruzou. A bola passou por Marcelo Silva e Acosta, ambos desperdiçando boa chance.

A Raposa respondeu em dois lances na seqüência. Primeiro na cabeçada de Thiago Heleno que Fabiano espalmou para escanteio. E depois no chute cruzado de Ângelo e que o goleiro do Náutico não alcançou, levando sorte com a bola indo para fora.

O equilíbrio da partida não condizia com o dois gols de diferença para o Cruzeiro. Então, coube a Acosta deixar o placar mais justo. Ele recebeu de Marcelinho na área, deu um lindo drible na marcação e teve calma para dar um toque sutil, enganando o goleiro Fábio. Belo gol do uruguaio.

Alecsandro marca pela Raposa na sua volta ao time

O camisa 25 do Timbu seguiu dando trabalho. Ele foi premiado com mais um gol, o do empate do Alvirrubro. Serginho pegou rebote de cobrança de escanteio e chutou para a área. Acosta estava na direção da bola e desviou com a perna esquerda para o fundo de gol.

A torcida celeste, que já estava reclamando quando o time vencia, perdeu a paciência de vez. E o Cruzeiro, a chance de encostar mais um pouco no líder São Paulo.

No fim da partida, Acosta cometeu falta por trás, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo. Inconformado, o uruguaio deixou o campo chorando.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]