O jogo

Jogo / Público

Chile 5 x 2 EUA / 12.000

Nas palavras do jornalista Fernando Menezes, colunista do Jornal do Commercio, Recife era uma modesta cidade provinciana na época em que a Copa do Mundo foi disputada pela primeira vez no Brasil. "O tempo corria manso como o rio (Capibaribe) por baixo da ponte", diz, fazendo versos.

A diversão, segundo Menezes, era ir ao futebol, ao cinema ou acompanhar o clássico de remo entre Náutico e Sport, disputado nas águas do Capibaribe. "As moças mais alinhadas iam para as pontes ver a chegada dos páreos", conta o jornalista, apelidado de Vovô pela nova safra de profissionais do JC.

Menezes acompanhou da arquibancada da Ilha do Retiro a goleada do Chile por 5 a 2 sobre os Estados Unidos. "É algo histórico", ressalta. Mas a principal lembrança do Vovô com relação a 50 é outra. "Ajudei a construir o estádio, ajudei o clube do meu coração", recorda o torcedor do Sport. "Era uma espécie de ajudante de pedreiro, trabalhava aos sábados e domingos. As senhoras preparavam um café reforçado e nós íamos para a Ilha construir a nova arquibancada", relembra. (CEV)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]