i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Londres-2012

Pai ameaça tirar filha dos Jogos se ela não puder lutar de véu

Federação Internacional de Judô tem até sexta-feira para decidir se abre exceção à regra que permite atletas de lutarem com o rosto coberto

  • PorAFP
  • 30/07/2012 11:32

O pai da judoca saudita Wodjan Ali Seraj Abdulrahim Shahrjani ameaçou nesta segunda-feira (30) retirá-la dos Jogos de Londres se os organizadores não permitirem que ela use o véu islâmico na competição. Ali Seraj Abdulrahim Shahrjani disse por telefone em Londres ao jornal saudita Al-Watan que não permitirá que sua filha participe da competição se "a Federação Internacional de Judô continuar exigindo que retire o véu".

A entrada no tatame da judoca na sexta-feira (3) ainda está sendo discutida, informou no domingo um porta-voz do Comitê Olímpico Internacional (COI).

"As partes interessadas se reuniram e conversaram", declarou à imprensa Mark Adams, diretor de comunicação do COI. "O diálogo foi construtivo. Li que havia uma ameaça de desistência, mas, pelo que sei, não é verdade".

Para autorizar esta presença histórica das mulheres, o príncipe Nawaf ben Faysal, autoridade dos esportes no ultraconservadora Arábia Saudita, exigiu que as atletas utilizem uma vestimenta islâmica e a presença de um parente próximo, entre outras condições.

No entanto, a Federação Internacional de Judô advertiu que Shahrjani não poderá participar na sexta-feira em sua categoria até 78 kg se ela insistir em usar o 'hijab' ou véu islâmico.

O judô é um dos esportes olímpicos que obriga seus atletas a lutar com a cabeça descoberta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.