i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Paranaense

Paraná esboça time titular com menor número de pratas da casa desde 2010

Jean e Carlinhos são as únicas crias do Ninho da Gralha no time-base de Luciano Gusso. Aposta nos garotos é uma das bandeiras tricolores para 2015

  • PorGuilherme Moreira, especial para a Gazeta do Povo
  • 23/01/2015 07:41
Formado no Ninho da Gralha, Carlinhos deve ser titular no início do Campeonato Paranaense. | Albari Rosa/ Gazeta do Povo
Formado no Ninho da Gralha, Carlinhos deve ser titular no início do Campeonato Paranaense.| Foto: Albari Rosa/ Gazeta do Povo

No ano em que projeta dar mais espaço aos garotos da case, o Paraná esboça o time-base com o menor número de promessas em cinco temporadas. Luciano Gusso escalou para o jogo-treino com o Joinville, quarta-feira (21), dois jogadores formados no Ninho da Gralha: o volante Jean e o atacante Carlinhos.

Caso repita a escalação na estreia do Paranaense, dia 31, contra o Prudentópolis, o Paraná começará a temporada com o menor número de garotos entre os titulares desde 2010. Cinco anos atrás, o Tricolor fez seu primeiro jogo no Estadual contra o Rio Branco, na Vila Capanema. O meia Elvis foi o único prata da casa usado por Marcelo Oliveira na derrota por 2 a 1, de virada.

No ano seguinte, a campanha do rebaixamento à Divisão de Acesso começou com derrota por 3 a 1 para o Corinthians Paranaense (hoje J. Malucelli) e três pratas de casa em campo: Luís Carlos, Luisinho e Henrique Ávila. Mesmo número escalado para a estreia na Segundinha de 2012. Luís Carlos e Luisinho estiveram em campo novamente, porém com a companhia de Alex Alves.

Em 2013, seis pratas da casa foram titulares na goleada por 4 a 0 sobre o Nacional de Rolândia. Toninho Cecílio escalou Luís Carlos, Alex Alves, Henrique Ávila, Borges, Neverton e Luisinho. Dudu ainda entrou durante a partida.

Ano passado, Milton Mendes apostou em quatro meninos nos 2 a 0 sobre o Cianorte: Alex Alves, Júlio César, Luisinho e Carlinhos.

Para 2015, mais do que filosofia de trabalho a aposta nos garotos é necessidade diante da situação financeira do clube. Apostas que precisam dar retorno imediato para garantir ao Paraná resultado em campo e retorno em caixa. "Na nossa realidade, colocamos o atleta e tem de dar resultado. O futebol é alto rendimento e não temos muito tempo a perder", admite Marcelo Nardi, superintendente de futebol.

A aposta nos meninos encontra respaldo no elenco e na comissão técnica. Até ano passado Gusso trabalhou nas categorias de base, de onde vieram 18 jogadores do grupo atual.

"Eu acho que já tinha passado da hora de fazer isso e esse é o caminho. Tem de apostar na base, que vai realmente dar frutos para o Paraná, que vai dar retorno realmente. Então tem que apostar realmente nesses meninos, que estão provando a cada treinamento que têm realmente condição de fazer um bom campeonato", afirmou Conceição, após o jogo-treino contra o Joinville, na tarde de quarta-feira (21).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.