Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Série B

Paulo Comelli assume Paraná e já anuncia mudanças no time

Sem contar com Giuliano e Rogerinho, treinador aproveita para promover outras novidades na equipe paranista

  • Gazeta do Povo
Paulo Comelli adota a filosofia
Paulo Comelli adota a filosofia "um degrau de cada vez"
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O técnico Paulo Comelli foi apresentado nesta quinta-feira como novo comandante do Paraná Clube para o restante das disputas da Série B do Campeonato Brasileiro. A confirmação da chegada do ex-técnico do Bahia aconteceu no mesmo dia em que a diretoria aceitou o pedido de demissão de Rogério Perrô e o afastamento do diretor de futebol Vavá Ribeiro.

Nem bem assumiu a equipe, Comelli já mostrou serviço. Para o jogo contra a Ponte Preta, neste sábado às 16h10 no estádio Moisés Lucarelli, ele não poderá contar com o lateral esquerdo Rogerinho e com o meia Giuliano. O primeiro recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática, enquanto Giuliano sentiu uma torção no tornozelo direito e está vetado pelo departamento médico.

Junto com as substituições naturais, o novo treinador fará outras mudanças na equipe. Everton volta de suspensão e entra no lugar de Giuliano, enquanto Thyago Fernandes será o lateral-esquerdo. No gol, Gabriel não conseguiu segurar a pressão e perdeu a vaga para Fabiano Heves. Leonardo, que re-estreou na derrota para o Gama, deve começar jogando no ataque na vaga de Marcelinho.

No jogo deste sábado, o time paranista vai atuar com dois zagueiros (Daniel Marques e Luciano) e três volantes (Leo, Agenor e Naves), com Cristian completando o setor criativo. “A situação do campeonato é complicada e não há muito o que se fazer para os jogos da Ponte Preta e CRB, mas posso motivar a equipe e buscar melhores resultados”, disse Comelli.

Em sua apresentação, o novo treinador disse acreditar que o time pode conseguir um bom resultado fora de casa. “A gente conhece bem a Ponte, mas não conheço muito bem o próprio Paraná. O Bonamigo sim conhece bem as duas equipes. Vai ser um jogo difícil, contra uma equipe forte em casa, que tem sempre o apoio da torcida. Precisamos trabalhar com responsabilidade para tentar um bom resultado”.

Humilde e consciente, Comelli cogita não ir para o banco de reservas no jogo contra a Ponte Preta. Segundo ele, provavelmente o auxiliar técnico deve cumprir a função de treinador neste sábado.

O futuro

Todo o torcedor paranista se pergunta o que o futuro na Série B lhes reserva. Para Comelli, essa pergunta precisa ser respondida aos poucos. “Alguma coisa de errado está acontecendo. Temos que procurar colher o máximo de informações para entender porque o Paraná passou de um time que era favorito a subir, para um que sofre risco rebaixamento. Temos que se realistas e por enquanto nos interessa sair da atual situação para depois pensar em outros objetivos”.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE