i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Brasileiro

Polícia e torcidas discutem normas de segurança

  • PorAngelo Binder
  • 19/10/2009 21:04

Representantes da Polícia Mi­­­litar e de torcidas organizadas vão se reunir amanhã para ajustar o plano de segurança para o Atletiba, no Couto Pereira. Ape­­sar dos incidentes com bomba no último clássico na Arena (que custou a perda de mando de campo de um jogo para cada clube), o tema principal do encontro será como evitar o confronto entre as torcidas em terminais de ônibus e localidades afastadas do estádio. Cerca 400 policiais militares de­­vem ser convocados para a operação especial do jogo.

"No último Atletiba tivemos problemas depois da partida. Foi um tumulto próximo à estação tubo da Praça Oswaldo Cruz. Por isso, precisamos reforçar os cuidados nas ruas. O importante é que o sistema de escolta da torcida visitante até o estádio funcionou bem", disse o major da Polí­­cia Militar do Paraná, Arildo Luís Dias, referindo-se ao ônibus exclusivo para levar integrantes de organizadas do Coritiba à Are­­na, no jogo do primeiro turno.

"Quanto à questão das bombas, a polícia não tem como ser mais rigorosa na revista. Quem faz esse trabalho é a segurança dos clubes, nós apenas acompanhamos de perto", complementou.

Devido ao êxito da escolta feita à torcida do Coritiba, no clássico do primeiro turno, na Are­­na, o processo deverá ser repetido para o jogo no Alto da Glória, mas dessa vez com a torcida atleticana. "A nossa ideia é concentrar a torcida do Atlético em um lu­­gar só e de lá seguir de ônibus até o estádio. De repente pode ser na Baixada a concentração, mas ainda precisamos definir de onde eles vão sair", avisa o ma­­jor, lembrando que já está definido que a torcida rubro-negra será a primeira a deixar o estádio após o clássico.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.