A Justiça italiana condenou nesta terça-feira o policial Luigi Spaccarotella a seis anos de prisão por matar com um tiro o torcedor da Lazio Gabriele Sandri em 11 de novembro de 2007.

Foi pedida uma pena de 14 anos a Spaccarotella, mas ele acabou pegando seis por homicídio culposo. A sentença não foi bem recebida pela família de Sandri, que a descreveu como "uma vergonha para toda Itália".

A acusação de homicídio voluntário, feita inicialmente, tem pena maior. O advogado do policial disse que seu cliente sempre reconheceu que não queria matar o torcedor, e ainda recorrerá da decisão.

Sandri morreu com dois tiros, um eles no pescoço, em meio a uma briga entre torcedores da Juventus e da Lazio em um posto da cidade de Arezzo, no centro da Itália. Ele estava dentro de um carro quando foi atingido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]