i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
ginástica artística

Arthur Zanetti abre ano com ouro nas argolas em Cottbus; Diego Hypolito vai mal no solo

Campeão olímpico de 2012 venceu na Alemanha e espera manter a boa fase em Doha

    • Estadão Conteúdo
    • 21/03/2015 14:08

    O brasileiro Arthur Zanetti mostrou mais uma vez que é um dos principais atletas nas argolas na atualidade. Foi neste aparelho que o campeão olímpico de 2012 faturou neste sábado a medalha de ouro no World Challenge Cup de Ginástica Artística, disputado na cidade de Cottbus, na Alemanha.

    Zanetti apresentou uma série bastante difícil, mas a executou com muita categoria. O desempenho lhe rendeu 15,625 pontos. Foi o suficiente para que ele alcançasse a primeira colocação, à frente do grego Eleftherios Petrounias, que ficou com a prata ao receber 15,550 pontos, e o turco Ibrahim Colak, que levou o bronze, com 15,400.

    Para faturar o ouro, Zanetti precisou melhorar seu desempenho de quinta-feira, quando avançou à final com o segundo melhor resultado, com 15,475 pontos. Na ocasião, ele havia surpreendido justamente por Petrounias, que marcou 15,575. Só que neste sábado não deu para o grego, que inclusive reconheceu a superioridade do brasileiro ao reverenciá-lo no pódio.

    O World Challenge Cup, em Cottbus, foi apenas o primeiro compromisso de Zanetti na temporada, que promete ser muito boa para ele. Agora, ele se prepara para manter sua hegemonia nas argolas em Doha, ainda no fim deste mês.

    Diego Hypolito

    Se Zanetti comemorou o ouro, Diego Hypolito viveu dia bem diferente em Cottbus. O brasileiro sofreu com diversas quedas, não foi bem no solo e terminou somente na oitava colocação, a última desta final. Ele demonstrou dificuldade após reclamar de dores no pé nas eliminatórias.

    A fraca exibição do brasileiro lhe rendeu somente 12,825 pontos, bem atrás do campeão Kenzo Shirai, do Japão, que teve 16,450. O alemão Matthias Fahrig foi prata, com 15,200, enquanto o holandês Bart Deurloo levou o bronze, com 15.070. Agora, Diego se prepara para a final do salto neste domingo, para a qual ele avançou com o quinto melhor resultado.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.