Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Leonardo Oliveira, presidente do Paraná. | Albari Rosa/gazeta do povo
Leonardo Oliveira, presidente do Paraná.| Foto: Albari Rosa/gazeta do povo

Após a vitória do Paraná, o presidente Leonardo Oliveira disparou contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a arbitragem do Brasileirão e a “mídia nacional”.

“Eu gostaria de pedir para que a CBF não entre na onda da mídia, principalmente a mídia nacional que vem colocando o Paraná Clube como rebaixado. A arbitragem não tem sido correta com a gente. Tivemos um pênalti contra Atlético que não foi dado. A CBF achou um outro pênalti que ninguém tinha identificado e não achou o nosso. Não dá para entrar na onda da mídia. A comissão de arbitragem precisa respeitar o Paraná”, criticou Oliveira, após a análise da confederação sobre o clássico paranaense.

>> TABELA BRASILEIRÃO 2018: confira os resultados e próximos jogos

Por outro lado, o presidente paranista confirmou que aceitou o convite da CBF para ir à Copa do Mundo na Rússia com custos bancados pela entidade. “Eu aceitei. A ideia é conhecer o ambiente da Copa do Mundo fora do Brasil. Acho importante essa ideia e vou representar o Paraná”, explica Oliveira.

O convite da CBF foi repassado após seleção por sorteio. O Paraná não havia sido sorteado inicialmente, mas ganhou a vaga do rival Atlético, após a recusa de Mario Celso Petraglia.

Os outros escolhidos foram São Paulo, Ceará, Bahia, CRB, Avaí, Paysandu, Brasil-RS e Guarani. Além deles, os representantes das 27 federações foram convidados. A estimativa é que a barca para a Copa custe R$ 3 milhões para a CBF.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]