O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, afirmou nesta quinta-feira que a pressão por resultados que atinge o clube e seus principais rivais atrapalha a vida dos jovens talentos ingleses, que acabam obrigados a procurar espaço em clubes menores.

"Quando você está entre os primeiros, é preciso sucesso a qualquer custo, e não se pode esperar três ou quatro anos para poder apostar nos jogadores", explicou Ferguson, em entrevista à revista Shortlist. Seu próprio clube acaba sendo obrigado a emprestar suas revelações, como o atacante Campbell, que está no Tottenham, e o goleiro Foster, que é reserva do holandês Van der Sar, depois de dois anos no Watford.

Na última quarta-feira, apenas três ingleses foram titulares do Manchester United na vitória por 3 a 0 sobre o Fulham: o zagueiro Ferdinand, revelado pelo Leeds, e os meias Carrick, que começou no West Ham, e Scholes, este cria do próprio Manchester. Rooney, que veio do Everton, entrou no segundo tempo. O excesso de jogadores estrangeiros no futebol inglês vem sendo motivo de críticas pelo técnico da seleção, Fabio Capello.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]