Revelado nas categorias de base, Renatinho acertou permanência no Alviverde até o fim de 2012 | Albari Rosa / Gazeta do Povo
Revelado nas categorias de base, Renatinho acertou permanência no Alviverde até o fim de 2012| Foto: Albari Rosa / Gazeta do Povo

Depois do volante Leandro Donizete, o Coritiba anunciou nesta terça-feira a renovação de mais um nome do atual elenco alviverde. O meia Renatinho acertou a sua permanência até dezembro de 2012, ganhou um aumento salarial e engordou a multa rescisória para que o apoiador criado na base coritibana deixe o clube. A revisão dos contratos do grupo segue como pauta principal do gerente de futebol do Coxa, Felipe Ximenes.

O contrato anterior de Renatinho terminaria em fevereiro de 2012, e Ximenes explicou o motivo da extensão até o fim do mesmo ano. "E porque se preocupar com a extensão do vinculo de um atleta que iria até o começo de 2012? É que neste momento você consegue negociar. Como é um jogador de um futuro tremendo é importante que isso seja feito agora. Amanhã, quando ele se tornar uma realidade, a gente tem um vínculo estendido e o clube pode fazer a mais valia", disse, em entrevista ao site oficial do Coxa.

O procurador de Renatinho, Fabiano Soares, elogiou o trabalho de Ximenes e da diretoria do Coritiba e revelou: o camisa 28 do Verdão já vinha sendo assediado, mas o trabalho dos dirigentes vai evitar que os casos de Marlos e Rodrigo Mancha – criados em casa e que deixaram o clube sem nenhuma indenização – se repita.

"Foi uma renovação rápida. Hoje o Felipe vem fazendo um bom trabalho no Coritiba, tomando todas as cautelas para que o que aconteceu com alguns outros atletas nãos e repita. O Renato é um jogador bastante promissor, jovem, por isso é necessário ter estas preocupações. Ele tinha algumas sondagens, mas vai ficar e só vai sair com uma boa compensação financeira ao clube", ponderou Soares.

Outras renovações, como as dos meias Carlinhos e Marcelinho Paraíba, seguem em pauta, mas ainda não há uma definição. Os representantes de ambos os jogadores estão em viagem e não foram encontrados pela reportagem para falar sobre as negociações.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]