Diferente da apatia e do semblante de surpresa pelo péssimo desempenho do time no jogo anterior, o técnico Sérgio Soares se mostrou bastante otimista ao analisar a vitória do Paraná Clube sobre o Ipatinga por 2 a 0, nesta terça, na Vila Capanema, em Curitiba. Para o treinador, a humilhante derrota para o Atlético Goianiense na rodada passada é passado.

"Já deletamos aquele jogo e hoje começamos a nossa recuperação. Jogamos com disposição, lutando e sendo vibrantes. Sabemos que precisamos corrigir algumas coisas ainda, mas essa determinação vista em campo hoje vai fazer a diferença na competição", disse o treinador, em entrevista coletiva. "Fomos um time com enorme disposição, se dedicando e lutando. As vezes o torcedor não vê o lance plástico, mas sim a determinação".

A alteração no sistema tático é uma das responsáveis pela melhora da equipe. Do 4-4-2 para o 3-5-2 o time ganhou em poder. "Tivemos mais consistência no setor defensivo e mais pegada. Agradou bastante a mudança. Temos o Murilo e o Fabinho, que são bem agudos, jogando pelos lados. A volta do Adoniram ajudou no meio. O time foi mais compacto. Lógico que temos que treinar a formação ainda para evoluir, mas a tendência é continuar assim".

O treinador já projeta dificuldades para o próximo jogo, sábado (18), contra o forte Guarani, líder da competição. "O time vai ter que ter a mesma disposição que teve hoje. O Guarani é muito forte dentro do Brinco (de Ouro da Princesa, estádio do Bugre). Temos que atacar para surpreender. Temos que treinar bastante para fortalecer o sistema e para diminuir o espaço dos adversários, além de trabalharmos nas beiradas".

Questionado sobre reforços, Sérgio Soares manteve a paciência, mas afirmou que o time precisa de mais peças. "A competição é longa e temos um grupo pequeno. Você precisa ter um elenco um pouco numeroso para suportar a competição equilibrada como essa. Lógico que precisamos contratar", disse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]