São Paulo - A crise econômica e problemas judiciais frearam o principal projeto esportivo de instituição de ensino do país. A Ulbra (Universidade Luterana do Brasil) decretou o fim, sucessivamente, de suas equipes de futsal, basquete e atletismo. Manteve-se no vôlei e no futebol – neste último, disputa o Gaúcho e tenta vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. "Avaliamos que 2009 seria um ano para manter apenas algumas modalidades, principalmente aquelas que conseguirem ser bancadas com o patrocínios", relata Fabrício Marin, gerente de esportes da Ulbra.

Instituição de ensino moldada no exemplo de universidades americanas, com programa esportivo em diversas modalidades, a Ulbra enfrentou grave pendência judicial em 2008. A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional contestou a condição de entidade filantrópica da instituição e ajuizou cobrança de R$ 2 bilhões referentes a impostos e contribuições previdenciárias desde 1998.

No dia 4, a Ulbra reconquistou o certificado de beneficente. Mas a crise financeira que assolou a instituição produziu estragos em seu departamento de esportes. Foi o caso do futsal, maior campeão da história da Liga, principal torneio do país, que se licenciou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]