i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Entrevista

Vadão prega recomeço rubro-negro

  • PorMarcio Reinecken
  • 17/12/2006 22:06

O ano de 2006 ainda não acabou, mas para Vadão já deveria ter sido esquecido. O técnico atleticano espera começar a próxima temporada do zero. Se for preciso lembrar da atual, que seja apenas para não repetir os mesmos erros. Com base nisso, garante como quase certa a divisão do elenco rubro-negro no Paranaense. Para bater o martelo, contudo, ainda precisa da definição dos jogadores que terá à diposição.

Em 2006 a passagem do Lothar Matthäus e o caso Dagoberto perturbaram a rotina do clube. Sem isso, você acredita que terá mais tranqüilidade em 2007?É obvio que vamos tentar começar o ano sem nenhum tipo de problema. Tentar eliminar ao máximo qualquer interferência e iniciar com um programa diferenciado.

Após duas apostas de risco, com o Matthäus e o Givanildo, o Atlético contratou você, que já tem história no clube. Seria uma intenção de trabalhar com uma margem de erro menor?Sim. Tivemos inclusive varias reuniões com a diretoria e as coisas não estão acontecendo de uma forma unilateral. A tendência, contudo, é fazer um ano melhor. Mas nunca se pode prever o futebol.

O Atlético fechou o ano com oito jogos sem vitória. Isso faz com que você comece a temporada mais pressionado, em uma situação menos cômoda do que na virada de 99 para 2000?Acho que temos de esquecer o que passou. Quando chegamos ninguém acreditava na equipe. Com a evolução, principalmente depois que eliminamos o River Plate, criou-se uma expectativa muito boa. Mas nós sabíamos que o time não suportaria tantos jogos seguidos.

E as prioridades para 2007 já estão decididas? É por isso que o Atlético deve utilizar um time B no Paranaense?Em princípio, a prioridade é a Copa do Brasil e a idéia inicial é essa que você falou. Vamos ter um grupo maior e uma programação dupla para curto e longo prazo. Mas o time titular também vai participar do Paranaense em algumas oportunidades, só não sabemos o momento. Primeiro estamos esperando resolver as contratações para ver se vai dar para fazer isso.

Com uma preparação maior, qual o ganho da equipe?Físico, mais nada. O Brasil é o único lugar no mundo que não tem um mês e meio de preparação. Daí temos de sacrificar o Regional e vão dizer que estamos menosprezando, mas não estamos.

Esse seria um dos motivos para os Estaduais estarem tão caídos?Estão caídos porque acabaram com o futebol brasileiro. A Lei do Passe tem de ser urgentemente modificada. Ela facilitou a saída dos jovens e quebrou o futebol do interior, que era o celeiro de jogadores.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.