Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
13 plataformas para reuniões, eventos e videoconferências online
| Foto: Bigstock.

Se existe uma coisa que a pandemia do novo coronavírus mudou foram as relações. A necessidade de distanciamento para evitar a contaminação exigiu que recorrêssemos ainda mais à tecnologia para nos comunicarmos. Encontros familiares, conversas com amigos, reuniões de trabalho e cursos saíram das mesas para os aplicativos de videoconferência.

Entre os mais populares estão Skype, WhatsApp, Zoom e Microsoft Teams. Mas existem muitas outras opções, boa parte delas gratuitas, que podem aprimorar a experiência dos participantes e se adequar melhor a cada tipo de reunião. O GazzConecta selecionou os principais apps disponíveis no mercado e explica como eles podem ajudar a diminuir a distância em tempos de distanciamento social.

Skype

O aplicativo da Microsoft foi o primeiro a popularizar as chamadas de vídeo e hoje conta com dois modos de conectar mais que duas pessoas. Para grupos pequenos, a chamada comum funciona bem, mas para reuniões de trabalho o mais indicado são as reuniões virtuais. Elas permitem que o organizador convide até 50 pessoas, sem que elas precisem criar uma conta no Skype, e tem funções melhores de moderação e colaboração. Pode ser usado tanto no computador quanto no celular.

Microsoft Teams

Solução corporativa desenvolvida também pela Microsoft, o Teams possibilita a reunião de grupos de 10 a 10 mil pessoas. Durante os encontros, o aplicativo permite acessar, compartilhar e editar arquivos de Word, Excel e Power Point em tempo real. A empresa anunciou recentemente algumas novidades para aprimorar a experiência, como a exibição de até 49 pessoas na tela ao mesmo tempo e a fusão de duas chamadas em uma só. O serviço é gratuito, mas oferece recursos adicionais para assinantes do Office 365, cujos planos custam a partir de R$ 23,60 mensais.

Zoom

Popularizado logo no início da pandemia, o Zoom se tornou um dos aplicativos mais usados para reuniões online. Em sua versão gratuita, permite encontros com até 100 pessoas, com recursos como compartilhamento de tela e salas simultâneas. No entanto, cada reunião tem duração máxima de 40 minutos. Os planos pagos, voltados para equipes pequenas, médias e grandes, custam a partir de R$ 14,99 e comportam até mil participantes. Há alguns meses o aplicativo apresentou problemas de segurança, com a invasão de hackers a reuniões privadas, mas a empresa garante que as falhas foram solucionadas.

WhatsApp

Até alguns meses atrás, o aplicativo permitia juntar apenas quatro pessoas para conversas online. Mas com a explosão de dispositivos voltados para grandes reuniões, o “zap” não quis ficar para trás e abriu a possibilidade de realizar videochamadas com até 50 participantes através do Messenger Rooms (aplicativo do Facebook). Basta criar uma sala e enviar o link aos convidados, que não precisam ter perfil no Facebook para participar.

Messenger Rooms

Usado pelo WhatsApp para videoconferências, o Messenger Rooms foi criado pelo Facebook, como uma extensão do serviço de troca de mensagens. O usuário pode criar as chamadas salas tanto no celular quanto no computador através do perfil na rede social. Os convidados (até 50 por reunião) são selecionados a partir da lista de amigos no Facebook. Uma vez criada a sala, o organizador tem algumas opções como compartilhar a tela e trancá-la para que mais pessoas não entrem.

Google Meet

O aplicativo do Google para videoconferências permite criar reuniões para até 250 pessoas e está disponível também em versões para celular. O serviço é disponibilizado gratuitamente para quem for participar de uma reunião, mas para criar uma é necessário assinar o G Suite (os planos custam a partir de R$ 24,30). Instituições de ensino podem usar o G Suite para Educação, disponibilizado gratuitamente. Uma das vantagens do Google Meet é que ele utiliza um número de telefone para discagem, possibilitando o acompanhamento da reunião mesmo sem acesso a wi-fi ou dados.

Webex Meetings

Desenvolvido pela empresa americana Cisco, o Webex é interessante para quem deseja investir na profissionalização dos recursos para suas reuniões. Entre as soluções oferecidas pelo serviço estão a organização de eventos e webinars, treinamentos e cursos online e suporte remoto com alto grau de personalização. A versão gratuita não conta com esses recursos, mas permite reuniões com até 100 participantes e 50 minutos de duração. Os planos pagos custam a partir de R$ 13,50 e permitem reunir até 200 participantes.

GoTo Meeting

Voltado para empresas, o GoTo Meeting oferece soluções para organizar reuniões com até 3 mil pessoas. Entre as vantagens oferecidas pela empresa estão a facilidade para iniciar reuniões, a partir de ferramentas como Microsoft Office, email e aplicativos de mensagens, alta qualidade de imagem em HD e de áudio. O serviço é pago e custa a partir de US$ 12 mensais. No plano mais avançado é possível obter tarifas personalizadas e descontos agregados em seminários online.

Slack

Bem mais do que um aplicativo para reuniões, o Slack é uma plataforma de comunicação interna para empresas. Ele cria um ambiente profissional virtual onde é possível estabelecer canais de conversa sobre assuntos específicos, organizando a rotina de trabalho e tornando-a mais funcional. As chamadas de vídeo, porém, têm limite máximo de 15 participantes e, para utilizá-las, é necessário ser assinante (os planos custam a partir de US$ 4 mensais).

join.me

Outra plataforma voltada para empresas, o join.me permite reunir até 250 pessoas, conforme o plano adquirido. O mais barato custa R$ 41, porém, com limitação de apenas cinco participantes e duração limitada. O aplicativo funciona de forma integrada com outras ferramentas e traz uma série de recursos, como o quadro branco, que leva para o ambiente virtual a possibilidade de escrever, desenhar e expressar visualmente as ideias.

Zoho Meeting

Além de reuniões, o Zoho Meeting é uma ferramenta eficiente para realização de webinars. Oferece recursos para apresentação com vídeo, áudio, compartilhamento de tela, permite adicionar coorganizadores e fazer pesquisas com o público, visualizando os resultados em tempo real. Para reuniões com até 100 pessoas a mensalidade é de R$ 10 e, para webinars, vai de R$ 19 (25 participantes) a R$ 79 (250).

Whereby

Ferramenta que oferece a possibilidade de organizar reuniões de maneira simples e rápida. Compatível com os principais navegadores, não requer o download de programas ou o cadastro dos convidados (caso o usuário prefira, dispõe de aplicativo próprio para celular). Para criar uma reunião basta se cadastrar na plataforma com email e senha, ou usando a conta do Google. O acesso gratuito, no entanto, permite reunir apenas quatro pessoas. Nos planos pagos (a partir de US$ 9,99) as reuniões comportam até 50 participantes.

Lifesize

A companhia americana é especializada em videoconferências e, por isso, oferece bem mais do que um aplicativo próprio para reuniões online. Ela dispõe de soluções conforme o tamanho da empresa, dos espaços disponíveis e do número de participantes das reuniões. Também trabalha com a locação de equipamentos de vídeo e áudio para atividades remotas, com assistência técnica qualificada. Os planos mensais custam a partir de US$ 12,95, mas a Lifesize oferece um período grátis para experimentação, permitindo organizar reuniões com até 25 pessoas.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]