i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Futuro da tecnologia

9 pilares tecnológicos que vão guiar o futuro pós pandemia

  • PorPatrícia Basilio, especial para o GazzConecta
  • 27/05/2020 18:43
Startup curitibana Adam Robo Digital utiliza inteligência artificial para realizar exames oculares e é citada como um dos exemplos de tecnologia em alta.
Startup curitibana Adam Robo Digital utiliza inteligência artificial para realizar exames oculares e é citada como um dos exemplos de tecnologia em alta.| Foto: Divulgação

Produtividade e vantagem competitiva deixaram de ser prioridade dos negócios durante a pandemia do novo coronavírus. No lugar, entrou a busca de eficiência em diversos setores: educação, recursos humanos e, principalmente, saúde. Essa análise faz parte do relatório Sinais e Drivers Tecnológicos Covid-19, publicado na última sexta-feira (22) pela Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

O estudo lista nove pilares tecnológicos, baseados no conceito de indústria 4.0, que devem conduzir nosso futuro e podem pautar empreendedores na luta contra a pandemia. São eles: big data e analytics; cibersegurança; computação em nuvem; integração de sistemas; internet das coisas (IoT); manufatura aditiva; realidade aumentada; simulação e sistemas autônomos.

Segundo Marília de Souza, gerente do Observatório Sistema Fiep, a pesquisa foi elaborada durante entre março e abril, com base no estudo dos sinais de disrupção e potencial de transformação indicados por uma tecnologia.

“Os sistemas autônomos são particularmente importantes agora por conta da segurança dos trabalhadores da saúde. Há robôs enfermeiros que levam medicamentos e fazem assepsia de locais contaminados sem a intervenção direta do ser humano. E o melhor é que podem ser customizados para outras demandas no futuro”, afirma Marília.

No relatório, a Fiep evidencia a startup sul-africana Netcare, que desenvolve robôs para exterminação de vírus, bactérias e fungos - entre eles o novo coronavírus. Segundo a federação, o equipamento leva poucos minutos para desinfetar enfermarias, espaços de conferência e outros ambientes.

Entre as empresas brasileiras, Marília destaca a curitibana Adam Robo Digital (não inclusa no relatório), startup que utiliza inteligência artificial para realizar exames oculares e está incubada na Fiep. “O projeto está alinhado com a nova economia do baixo contato [entre as pessoas]. O Brasil tem capacidade intelectual bastante desenvolvida. Formamos bons profissionais e temos um ecossistema de inovação muito robusto, que está se reinventando e propondo novas soluções”, frisa ela.

Segurança de dados

Outro pilar tecnológico que deve ganhar ainda mais evidência no mundo é a cibersegurança, por conta da maior adoção do home office. Equipamentos pessoais desprotegidos, como notebooks e smartphones, podem servir como porta aberta para hackers acessarem dados da empresa e cometerem crimes virtuais.

Entre as empresas que avançaram com soluções de segurança, a Fiep deu destaque à Microsoft, NTT e HP. Globalmente, a HP expandiu seus pacotes de proteção e recuperação de computadores por meio de tecnologias de segurança, computação em nuvem e inteligência artificial.

Para apoiar a comunidade, a empresa oferece diversas soluções de cibersegurança para empreendedores e usuários domésticos gratuitamente neste período de pandemia. O HP Sure Click Pro, que protege contra ameaças de segurança baseadas na web, e-mail e documentos, por exemplo, está disponível para download gratuitamente até 30/9.

“O digital se faz como condição de sobrevivência das empresas. Precisamos proteger as pessoas porque elas são um prato cheio para hackers mal intencionados. Por isso, temos investidos muito em segurança no end point (extremidade final), como tablets, notebooks e impressoras. Muita gente esquece que as impressoras agora também estão conectadas à internet”, lembra Claudio Raupp, presidente da HP no Brasil.

Segundo o executivo, com a pandemia, as vendas de impressoras a laser e a parte gráfica da HP foram impactadas. No entanto, a procura por impressoras 3D industriais e por equipamentos de escritório, principalmente impressoras domésticas, equilibrou o faturamento da empresa.  “Muitas crianças que nunca tiveram contato com uma impressora agora são usuárias do equipamento, por conta das atividades escolares”, acrescenta Raupp.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 2 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    Jorge Dias

    ± 0 minutos

    Incrível que em um país onde tem cidades com 96% de casas sem tratamento de esgoto, a discussão que "paltará" o futuro é a computação em nuvem. Incrível.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • S

      Sergio Vianna

      ± 1 horas

      É muito mais do que isso!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      Fim dos comentários.