i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Logística sustentável

Ambev adquire 100 caminhões elétricos Volkswagen e inicia e-Delivery em 2021

    • Estadão Conteúdo
    • 22/10/2020 08:00
    Ambev adquire 100 caminhões elétricos Volkswagen e inicia e-Delivery em 2021
    | Foto: Divulgação

    Depois de dois anos de testes e desenvolvimento, a Ambev e a Volkswagen oficializaram acordo para entrega de 100 caminhões elétricos e-Delivery. A partir do segundo semestre de 2021, os veículos distribuirão as bebidas da Ambev em São Paulo e no Rio de Janeiro, utilizando energia limpa. O acordo faz parte do compromisso da companhia de ter 1,6 mil caminhões Volkswagen elétricos na sua frota parceira até 2023.

    O protótipo do primeiro caminhão leve 100% elétrico da América Latina foi submetido a mais de 30 mil quilômetros de rodagem em testes de engenharia e em condições reais de operação na cidade de São Paulo. Nesse período, mais de 22 toneladas CO² deixaram de ser emitidas e 6,5 mil litros de diesel foram economizados.

    Agora, o e-Delivery começará a ser produzido em grande escala no Centro de Desenvolvimento e Produção da VW Caminhões e Ônibus em Resende (RJ). O caminhão elétrico é recarregado com fontes como eólica, solar e 43% que provém do próprio sistema regenerativo de freios do veículo. O plano é que os veículos sejam recarregados em uma das 48 usinas solares que a Ambev está implementando nos seus Centros de Distribuição (CDDs) espalhados pelo Brasil.

    "Comprovamos que novas fontes de energia por meio de soluções viáveis e concretas já se tornaram realidade com a chegada do e-Delivery, que foi testado e aprovado com excelentes resultados nas ruas de São Paulo, uma das maiores capitais do mundo. Essa iniciativa entra para a história da indústria automotiva mundial, pois somamos forças para viabilizar a produção dos primeiros caminhões elétricos desenvolvidos e feitos no Brasil", celebra Roberto Cortes, presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus.

    Já no primeiro ano de atuação, esses 100 caminhões juntos deixarão de emitir, aproximadamente, 1.540 toneladas de CO² na atmosfera e 583 mil litros de diesel serão economizados.

    "E estamos abertos a compartilhar a tecnologia e os aprendizados que tivemos. Se outras empresas tiverem interesse em também ter uma frota de caminhões mais sustentável, todo mundo ganha, principalmente o planeta e o meio ambiente", complementa Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Ambev

    Além de ser o primeiro caminhão leve 100% elétrico da América Latina com zero emissão de CO2, o e-Delivery traz outras soluções para logística verde, como sistemas inteligentes para ajustar a demanda da bateria conforme a operação e para recuperar a energia da frenagem. Os caminhões podem chegar a uma autonomia de até 200 quilômetros, de acordo com a aplicação e a configuração do veículo.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.