Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Luiz Neto, CEO e fundador da Innovation Intelligence
Luiz Neto, CEO e fundador da Innovation Intelligence| Foto: Innovation Intelligence/Divulgação

O empreendedor brasileiro Luiz Neto, radicado no Vale do Silício há cinco anos, desenvolveu a maior base de dados sobre startups do mundo, com mais de 250 mil soluções cadastradas, sendo 20 mil delas brasileiras.

A Innovation Intelligence foi fundada em março de 2020 com o objetivo de ser a "Google das Startups". Segundo Neto, um dos motivos de ter criado a empresa foi a sua insatisfação com as atuais opções do mercado internacional, que segundo ele são ineficientes e não oferecem uma alta qualidade de busca semântica por contexto.

“Assim como no Google, por meio de inteligência artificial, o sistema amplia o escopo das palavras digitadas no campo de buscas para encontrar resultados e entende o contexto do que está sendo procurado para trazer os melhores resultados”, diz Luiz Neto.

A proposta é facilitar os negócios de inovação aberta e aproximar grandes empresas de startups através dos serviços da plataforma. Pelo sistema de busca da Innovation Intelligence, são apresentados: o resumo da startup e área de atuação, a trajetória de seus fundadores, principais skills, dados de concorrentes e clientes, histórico de investimentos e o perfil dos investidores, entre outras informações.

“As organizações poderão encontrar o que precisam a partir de uma base de 250 mil startups qualificadas. A Innovation Intelligence está posicionada para melhor entender as dores e as necessidades do usuário, mostrando resultados que às vezes ele não esperava encontrar, mas uma vez encontrados o permitam gerar insights valiosos. Por ser uma busca de contexto, a ferramenta expande possibilidades, tornando a pesquisa por soluções ou startups muito mais assertiva, rica em dados e, naturalmente, criativa. É um impulsionador de programas de inovação aberta das empresas, reduzindo riscos, esforços e gastos desnecessários”, explica o CEO e fundador da plataforma.

Em seu primeiro ano, a Innovation Intelligence rodou em stealth mode (beta privado), apenas para clientes selecionados, como forma de validar a arquitetura do produto. Após receber um investimento anjo no ano passado, a empresa fechou uma nova rodada pré-seed com investimento da empresa global de inovação corporativa The Bakery, Falconi, Alvarez & Marsal (fundo Next A&M) e Smart Money Ventures.

Agora, Neto prepara o lançamento da nova versão aberta ao público da plataforma, que chegará em julho com modelo de assinatura. “Existem outras empresas com bancos de dados no Brasil e no mundo que alardeiam números de startups listadas, mas que não são atualizados nem têm uma régua alta em termos de nível de maturidade do negócio e potencial de crescimento. Um pré-requisito para a startup constar na Innovation Intelligence é já ter recebido investimento de venture capital justamente porque, nessa fase, já houve análise de um investidor para identificar se o negócio é escalável, se a ideia é boa e teve aceitação no mercado”, completa.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]