Pro Solutti capta R$ 100 milhões
Lawtech auxilia brasileiros a receber o dinheiro parado em processos judiciais| Foto: Sora Shimazaki, Pexels/Reprodução

A Pro Solutti Capital, lawtech gestora de ativos judiciais, anunciou, nesta quarta-feira (7), uma captação no valor de R$ 100 milhões. O objetivo da startup com essa captação é seguir investindo na compra de ativos judiciais, auxiliando pessoas físicas e jurídicas a levantar o dinheiro parado em ações.

A solução da Pro Solutti Capital beneficia brasileiros que não podem ou não querem esperar pela decisão do poder judiciário para receber um dinheiro atrelado a um processo. Com foco maior em ações trabalhistas, a lawtech oferece uma proposta de valor para autores de ações judiciais interessados em vender os créditos atrelados ao processo judicial. Caso aceite a proposta, o cliente recebe o dinheiro em até 24 horas, enquanto a Pro Solutti assume os riscos do andamento do processo judicial.

A Pro Solutti foi criada em outubro de 2018 e, apenas no primeiro ano de operações, gerenciou mais de 2 mil processos. Segundo a Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), o mercado de créditos judiciais cresceu exponencialmente nos últimos meses. Para Rodrigo Valverde, sócio da empresa, a expectativa é que, com essa captação, a lawtech dobre de tamanho nos próximos meses.