Banco Neon
A fintech anunciou nesta quarta-feira (2) um aporte de US$ 300 milhões.| Foto: Divulgação/Neon

A fintech Neon divulgou nesta quarta-feira (2) ter recebido um novo aporte de US$ 300 milhões — aproximadamente R$ 1,6 bilhão. O investimento liderado pela General Atlantic foi realizado em duas etapas de R$ 800 milhões cada. Também participaram do aporte os investidores BlackRock, Vulcan Capital, PayPal Ventures, Endeavor Catalyst, Monashees e Flourish Ventures.

O investimento é um dos maiores já recebidos por fintechs nacionais, atrás de Nubank (que recebeu US$ 400 milhões em 2019) e Creditas (US$ 231 milhões em 2019), segundo o histórico levantado pelo estudo Distrito Fintech Report. O recurso pode ter colocado a fintech na lista de unicórnios brasileiros — empresas cujo valor de mercado passa de US$ 1 bilhão, mas a Neon não confirmou a informação nem informou o novo valor de mercado da companhia.

O investimento vem menos de um ano após o aporte de R$ 400 milhões, responsável por expandir a atuação da fintech fora eixo Rio-São Paulo. Com o montante, o objetivo é lançar novos produtos e serviços para pessoas físicas e microempreendedores. A plataforma contabiliza 9 milhões de usuários e mostra crescimento de 26% nas contas abertas desde março.

Segundo Carol Oksman, head de talent acquisition da Neon, o aporte também vai impulsionar a contratação de novos talentos. “Queremos que a Neon seja a melhor experiência profissional na vida de cada um e o aporte mostra que estamos no caminho certo. Não queremos perder a agilidade de uma startup ao crescer. Para nós, o segredo está na diversidade e é esse equilíbrio que buscamos", explica.