A injeção na Loft é a maior rodada já feita no Brasil; com o investimento ela se torna a startup do setor mais valiosa fora dos Estados Unidos e da China.
A injeção na Loft é a maior rodada já feita no Brasil; com o investimento ela se torna a startup do setor mais valiosa fora dos Estados Unidos e da China.| Foto: Pexels.

A Loft, startup brasileira do setor imobiliário, recebeu aporte de 425 milhões de dólares, segundo informou a Exame. A empresa paulistana concretizou uma rodada de captação de série D e agora passa a ter valor de mercado de 2,2 bilhões de dólares.

A transação é a maior injeção de capital já recebida por uma startup brasileira. Com o investimento, a Loft se torna a décima startup mais valiosa do setor imobiliário residencial no mundo, e a primeira fora dos Estados Unidos e da China.

A rodada é liderada pelo fundo D1 Capital Partners, que já investiu em empresas como a SpaceX, de Elon Musk, e Instacart.

A Loft é uma plataforma digital que usa a tecnologia para simplificar a venda e compra de imóveis. A companhia foi fundada em 2018 em São Paulo, e conta com o apoio de importantes investidores globais em capital de risco, incluindo a Andreessen Horowitz, a Fifth Wall, a Thrive Capital, QED Investors e a Monashees.