Guilherme Figueiredo, CEO da NSports.
Guilherme Figueiredo, CEO da NSports.| Foto: Guilherme Figueiredo/Arquivo Pessoal

A NSports, sportech brasileira que nasceu em 2018 como serviço de streaming e atualmente é detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Paranaense de futebol, foi selecionada para o Pitching de Startups do Rio2C 2022, na categoria Game e Sports. O evento, que ocorre entre os dias 26 de abril e 1 de maio, no Rio de Janeiro, reúne workshops, oficinas, palestras, masterclasses e debates para quem deseja aprender e ensinar sobre empreendedorismo e mundo dos negócios.

A startup, que tem como objetivo democratizar as transmissões esportivas, dar visibilidade ao esporte feminino e inovar na forma de se relacionar e engajar com sua base de fãs, impactou mais de 54 milhões de pessoas em 2021. A plataforma também produz uma série de conteúdos que vão além das exibições ao vivo, com a criação e distribuição de produtos que aproximam clubes, atletas e entidades dos fãs. Canais exclusivos, experiências off-line, narrações personalizadas e interações com os consumidores estão entre as ações que trazem os torcedores para mais perto do esporte.

“A nossa missão, desde o início, é fazer diferente e mudar o jogo do streaming esportivo no país. Esse convite do Rio2C mostra que estamos no caminho certo, mas sabemos que ainda há uma longa jornada pela frente. Esperamos absorver conhecimentos importantes dessa experiência e, principalmente, transformá-los em algo positivo para os amantes do esporte que utilizam o nosso serviço”, conta o CEO Guilherme Figueiredo que, ao lado de Patricia Mayr, Head de Marketing, estará representando a NSports no evento.

A rede de parceiros atuais da sportech brasileira conta com o Comitê Olímpico do Brasil, oito confederações desportivas, cinco federações e associações, três ligas e três clubes expressivos do futebol nacional, como Palmeiras, Coritiba e Paysandu.