Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Frederico Vega é fundador da Cargo X.
Frederico Vega é fundador da Cargo X.| Foto: Marcelo Pereira/FOTOKA

A Cargo X, startup de logística que promete conectar caminhoneiros autônomos a transportadoras, recebeu US$ 80 milhões em sua quinta rodada de investimentos (série E). A logtech, que foi residente do Cubo Itaú, maior hub de inovação da América Latina, já havia captado US$ 96 milhões anteriormente.

Liderada pela LGT Lightstone Latin America, a rodada tem participação dos atuais sócios Goldman Sachs Growth Equity, Valor Capital, Farallon Capital, entre outros investidores.

De acordo com Federico Vega, CEO da Cargo X, a crise do novo coronavírus tem acelerado a necessidade de digitalização dos transportadores para diminuir o contato humano e trazer maior eficiência por meio da automação de processos e eliminação de viagens de retorno vazias e tempos de espera.

"Além de ajudar nossos transportadores parceiros no momento em que eles mais precisam de nós, o novo investimento será focado em continuar desenvolvendo tecnologias de ponta que permitam operar 100% online e que pavimentam o futuro do transporte de cargas rodoviário", afirmou Vega.

A startup, que possui 400 funcionários, oferece serviços financeiros e tecnologia logística e promete conectar cerca de 20 mil empresas de transportes a 400 mil caminhoneiros. Este ano, a Cargo X pretende dobrar o número de transportadores parceiros em sua rede.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]