i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Foodtech chilena é única latina entre as 100 principais startups de IA do mundo

  • PorPatrícia Basilio, especial para Gazeta do Povo
  • 05/03/2020 16:53
A startup utiliza inteligência artificial para criar receitas sem ingredientes de origem animal.
A startup utiliza inteligência artificial para criar receitas sem ingredientes de origem animal.| Foto: Divulgação

A NotCo, foodtech chilena que utiliza tecnologia para produzir alimentos à base de vegetais, foi eleita a única startup latino-americana entre as 100 de inteligência artificial mais promissoras do mundo pela consultoria CB Insights.

A NotCo utiliza algoritmos de inteligência artificial para gerar receitas de seus produtos por meio da combinação de ingredientes que substituam a carne e o leite, por exemplo. Na semana passada, a startup anunciou o lançamento de um hambúrguer vegetal no Chile, em parceria com o Burger King. O produto deve chegar ao Brasil ainda este ano, mas sem a parceria com a rede de fastfood.

Fundada em 2015, a foodtech já levantou US$ 33 milhões em duas rodadas de investimento, realizadas em 2017 e 2019. Os investidores são o fundo Bezos Expeditions (de Jeff Bezos, fundador da Amazon), the Craftory (que investe em negócios de bens de consumo com causa), Kaszek Ventures (investidora em empresas de tecnologia de alto impacto), a aceleradora americana IndieBio (focada em biotecnologia), e o fundo Maya Capital (liderado por Lara Lemann e Monica Saggioro).

“A NotCo nasceu de nossa convicção de que já temos recursos, conhecimento científico e tecnologia de ponta prontos para revolucionar o setor de alimentos, assim como já acontecia em outras indústrias. O relatório é mais um reconhecimento de que isso é possível. Estamos cada vez mais próximos de tornar os alimentos plant-based acessíveis, melhores e preferidos pela maioria das pessoas”, afirmou Matias Muchnick, CEO da startup chilena, ao GazzConecta

Além da NotCo, outras startups consideradas promissoras foram a norte-americana Lemonade, de seguros; a israelense Healthy.io, de diagnósticos; a britânica Synthesia Technologies, de geradora de deepfakes; e a Konux, de manutenção ferroviária. Confira aqui a lista completa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.