Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Mondelez: tornando a inovação um hábito
Mondelez: tornando a inovação um hábito| Foto: Divulgação

As incertezas e transformações do mundo dos negócios fez com que muitos empreendedores buscassem por mais preparação para enfrentar esse cenário e ainda mudassem os pensamentos em relação aos ambientes corporativos pelos quais são responsáveis durante os últimos anos. Dentro dessa realidade empresarial que vem surgindo está a inovação: um processo que serve como motor de desenvolvimento para muitos empreendimentos.

Para falar sobre inovação e como essa pode ser a grande chave para o crescimento das empresas, o podcast Papo Raiz convidou o engenheiro André Bacellar, que atua há mais de 22 anos na Mondelez Internacional e que, atualmente, é considerado um líder de inovação no Brasil.

Nesse bate papo com André, além de um breve histórico do trabalho feito pela Mondelez, também foram discutidas algumas ideias a respeito do processo de inovação aberta, quais os efeitos disso para os mais variados negócios e como aplicar as principais estratégias de inovação de maneira que os resultados empresariais sejam os melhores possíveis.

Acompanhando todo o processo de inovação da Mondelez no Brasil, André Bacellar contou que a corporação surgiu com um propósito de gerar uma mudança positiva no mundo, além de buscar o empoderamento dos consumidores a partir de seus produtos e serviços. Ele também explicou um pouco sobre o conceito da empresa. “Nós fizemos a spin off da Kraft Foods Group na época, que era detentora de todas as nossas marcas, e foi criado um concurso para que os empregados colocassem as ideias de como chamar a nova companhia e foi escolhido o nome Mondelez ou mundo delícia”, disse.

Presente em países da Ásia, Oriente Médio, África, Europa, América Latina e América do Norte, a Mondelez é focada no varejo de marcas de chocolate, biscoitos, gomas de mascar, doces e outras bebidas. Como muitas empresas, essa também viu na inovação um grande desafio, mas também enxergou a oportunidade de envolver diversas áreas e repensar a cultura organizacional.

“Um líder de inovação hoje na Mondelez é um facilitador, um disseminador, para que essa conexão aconteça. A gente tem muita facilidade em entender quais são as conexões e oportunidades e buscamos dar isso às pessoas também”, afirmou André Bacellar.

Essas estratégias de inovação, segundo Bacellar, não aconteceram do dia para a noite e tiveram impacto direto na mentalidade da corporação, o que aumentou as responsabilidades de cada setor, mas também foi fundamental para melhorias no processo produtivo que, consequentemente, geraram mais valor à empresa e mais benefícios aos clientes. “Cada vez mais a gente tenta trazer o benefício para o consumidor de uma forma saudável e sustentável e nós temos que oportunizar essa experiência de inovação para os usuários”, afirmou o representante da Mondelez.

Para André, entender o que é inovação e esse poder transformador, bem como a conexão entre empresas e pessoas que tal prática proporciona são pontos essenciais para que um empreendedor consiga resolver as demandas do mundo dos negócios e saiba qual a forma mais adequada para se inserir nesse meio, pois só assim os objetivos traçados serão alcançados.

O que é inovação de uma empresa?

De acordo com André Bacellar, inovação empresarial nada mais é do que a capacidade que uma equipe ou profissionais têm de desenvolver ideias criativas, que não estejam ligadas apenas à tecnologia, mas que sejam exploradas com foco na melhoria de um produto ou serviço e que impactem diretamente na experiência dos clientes ou colaboradores, bem como garantam o sucesso de um modelo de negócio.

Como exemplo dessa gestão de inovação, ele falou sobre a abordagem empresarial da Mondelez, que construiu estratégias com foco na criatividade para alcançar os objetivos corporativos. “Por meio da inovação a gente tem a oportunidade de levar a companhia e os nossos colaboradores a usufruir desse ecossistema, mostrando de que forma eles podem agir, se conectar a esse mundo talvez não tão descoberto por eles de maneiras alternativas, para fazer os seus processos, enxergar formas alternativas de ver uma atividade e que eles possam alavancar os resultados”, destacou Bacellar.

Qual é a importância da inovação para as empresas?

Nos últimos tempos tornou- se muito comum associar estratégias de gestão empresarial com a temática de inovação. Nesse sentido, o engenheiro André Bacellar acredita que o processo de inovação vem para mostrar às empresas que muito mais do que estar à frente da concorrência e ter bons lucros, é preciso entender a dimensão que esse método tem dentro de um empreendimento.

“A cultura de inovação é prioridade, tem que estar presente para atuar na forma de agir, em como a gente vê as situações, porque se as pessoas não estiverem pensando formas de inovar e de buscar alternativas não terá essa cultura”, afirmou Bacellar.

Qual é a importância da inovação para a cultura de uma empresa?

Segundo Bacellar, muitas vezes, as iniciativas de inovação mexem com os processos atuais e questionam o status quo de algumas áreas, o que acaba colocando barreiras e dificuldades iniciais para a implementação desse método, justamente, porque algumas atividades são questionadas e é algo que busca tirar as pessoas da zona de conforto, capacitar as pessoas e transformar o modelo atual.

Ele ainda ressaltou que essa é a finalidade da inovação: transformar a cultura e melhorar os serviços de uma corporação. “Inovação vem para a gente ver de que forma consegue aprender arriscando e errando para trazer esse aprendizado e também para pensar em outras formas de viabilizar processos correndo riscos”, disse André Bacellar.

Como implementar a inovação?

Fundamental para gerar soluções e desenvolver processos criativos, a inovação precisa ser implementada dentro de uma empresa com certo cuidado para que haja um bom engajamento tanto dos colaboradores quanto dos consumidores finais.

Algumas formas de alinhar essa estratégia com as necessidades do negócio é investindo na capacitação dos funcionários; fazendo conexões com outras áreas ou empresas; estar aberto às novas sugestões e escolher aquelas mais viáveis para se colocar em prática; definir metas e, por fim, fazer uma análise aprofundada dos resultados obtidos com o processo de inovação.

No meio de todo esse passo-a-passo para a aplicação da inovação, Bacellar ressaltou que existe uma peça importante para que o método seja disseminado por toda a organização.

“Essa cultura começa no alinhamento com a alta gerência, analisando de que forma essa cultura vai girar dentro da organização e tendo um plano de ação a partir dos impactos que a inovação vai causar” (André Bacellar, representante da Mondelez Internacional)

*Artigo produzido pelo Papo Raiz – uma conversa descontraída e divertida sobre empreendedorismo e assuntos em alta na sociedade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]