Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Projetando cenários: um diferencial no crescimento empresarial
Projetando cenários: um diferencial no crescimento empresarial| Foto: Unsplash, Lucrezia Carnelos/Reprodução

Nos últimos anos, as relações pessoais e profissionais ganharam uma nova característica, especialmente com as mudanças tecnológicas e o que se pode chamar de inovação. Neste cenário desafiador, o setor empresarial é um dos mais impactados e que, corriqueiramente, busca por tendências e outros meios de sobrevivência e adaptação às transformações que estão cada vez mais velozes.

Para falar sobre esse tema, o podcast Papo Raiz convidou Arthur Igreja, um dos maiores especialistas em tecnologia e inovação, que falou sobre transformação digital e tecnologia e quais os efeitos disso para os negócios e para a sociedade; além de perspectivas sobre o tema para o futuro e quais as tendências para as empresas que buscam se colocar no mercado com uma prática diferente daquela já estabelecida por muitos setores.

Autor do livro “Conveniência é o nome do negócio” e co-autor do livro “O Poder da conveniência Omnichanel no atendimento”, Arthur Igreja é palestrante em mais de 150 eventos por ano como o TEDx no Brasil, Europa, Estados Unidos e América do Sul. Fundador da plataforma AAA com Ricardo Amorim, ele conta com um extenso currículo acadêmico incluindo Masters in International Business nos EUA pela Georgetown University, Corporate Masters of Business Administration na Espanha pela ESADE, Mestrado Executivo em Gestão Empresarial pela FGV/EBAPE, certificações executivas em Harvard e Cambridge, pós-MBA em Negociação pela FGV e MBA pela FGV/Ohio University.

Trazendo um pouco da experiência que adquiriu ao longo dos anos, Arthur Igreja iniciou a participação no podcast destacando a importância de se entender o mercado para que gestores e demais profissionais construam uma gestão de qualidade e, consequentemente, garantam o sucesso de seus negócios.

“Como eu já estou há muito tempo nessa área de tecnologia, já vi muita coisa ser anunciada de forma drástica e isso é uma coisa importante, porque eu acompanho as coisas que vem e vão e como isso se transforma”, afirmou o especialista em inovação.

Segundo Igreja, a constante atualização dos empreendedores e executivos, bem como projetar cenários futuros é um dos pontos imprescindíveis quando se fala em inovação e capacidade de crescimento empresarial. “A gente tem que lembrar que o valor de uma empresa está muito ligado ao futuro e que esse futuro está ligado ao que você promete e constrói, então, é claro que a empresa tem que mostrar um rol de metas e sonhos”, ressaltou.

Esse olhar mais atento às práticas empresariais citadas por Arthur Igreja e a implantação da inovação como uma prática de construção de soluções e quebra de padrões no mundo dos negócios é o que, em parte, dá vida a um novo conceito: o do metaverso. Para o especialista, o dinamismo dos processos e a imersão em um ambiente completamente virtual já são uma realidade do metaverso, que vai impactar ainda mais as políticas de negócios e o comportamento das pessoas, especialmente, dos consumidores nos próximos anos.

“A história do metaverso é o somatório de conectividade de internet, de hardware e de um ecossistema de aplicativos. Nós já estamos em um metaverso precário, o que mudou foi que antes as pessoas iam para a internet para fugir da vida real, hoje, a gente está indo para a vida real para fugir da internet. Têm que ter dispositivos que sejam acessíveis do ponto de vista financeiro, eles têm que ter uma usabilidade legal e o que é mais fundamental, não transformar os usuários em uma espécie de robô. Ainda tem um longo caminho pela frente para a evolução do metaverso”. (Arthur Igreja, especialista em tecnologia e inovação)

Ainda nessa linha de inovação e considerando a tendência cada vez maior do empreendedorismo brasileiro, Arthur Igreja falou sobre a adaptabilidade das empresas em meio às transformações do mundo em que estão inseridas e o uso intensivo da tecnologia como fator essencial para a conquista de alguns objetivos. “As pessoas gostam de rotular que um mercado mudou da noite para o dia, mas a verdade é que se trata apenas de alguém que foi lá e fez alguma coisa. Nosso desafio não é prever o futuro, mas usar o que já existe de tecnologia”, disse ele.

No decorrer da entrevista, Igreja explicou que as tendências do setor empresarial surgem com a proposição de novas ideias, que podem ser apresentadas não só por líderes de um negócio, mas também colaboradores e até mesmo consumidores, que podem ajudar a gerar valor para um negócio.

“Uma das grandes fontes de inovação são os mercados que têm alta lealdade passiva, mas, o fato é que os consumidores ainda não sabem que eles podem querer mais. Se as empresas conversassem um pouco mais com essas pessoas poderiam promover melhorias, porque, a maior parte dos consumidores tem a lealdade passiva, ou seja, a pessoa continua com aquela empresa porque não tem paciência de mudar para outra”, destacou o especialista.

Por fim, ele enfatizou o que de fato são as práticas de inovação e como essa tendência vale para qualquer setor e empreendedores, que desejam aperfeiçoar suas funções e também construir uma gestão de qualidade com foco no sucesso de um negócio.

“Inovação é um processo de mudança que te leva a ter resultados melhores e que torna a tua empresa contemporânea”, concluiu Arthur Igreja.

*Artigo produzido pelo Papo Raiz – uma conversa descontraída e divertida sobre empreendedorismo e assuntos em alta na sociedade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]