Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Máscara impressa em 3D ajuda profissionais da saúde na proteção contra coronavírus.
Máscara impressa em 3D ajuda profissionais da saúde na proteção contra coronavírus.| Foto: Ari Dias/AEN

Desde o início da crise do novo coronavírus no Paraná, mais de 10 mil máscaras de proteção para uso por profissionais da saúde já foram produzidas por voluntários. Chamados de “makers”, eles montam os equipamentos gratuitamente a partir de impressoras 3D. Mas esse trabalho envolve uma cadeia de solidariedade ainda maior, que engloba o fornecimento da matéria-prima e a entrega dos equipamentos para quem necessita deles.

Pensando em facilitar essa ponte entre voluntários e otimizar a produção, a Superintendência de Inovação do governo do Estado do Paraná lançou, nesta sexta-feira (10), um portal para que todos os agentes desta cadeia – fornecedores, makers e profissionais da saúde – possam ser mapeados e conectados de forma mais prática, criando um “match” entre oferta e demanda.

O cadastro no portal é dividido entre estas três frentes de ajuda: os fornecedores que desejam doar material, os makers que desejam fabricar os equipamentos ou ainda profissionais da saúde. Além disso, a plataforma informa quais são as matérias-primas que estão em falta e as instruções para a produção correta das máscaras.

Segundo Henrique Domakoski, superintendente geral de inovação do governo, o ideal é que todos os voluntários se cadastrem, tanto quem já estava envolvido com a produção como quem deseja iniciar agora.

“O grande desafio desses grupos diz respeito à logística, que vai desde o insumo até a entrega. Por isso lançamos esse portal, organizando esse ecossistema da sociedade civil”, elucida. “Essa união de forças é muito importante para que a gente possa superar o problema de forma muito mais rápida”.

A expectativa é que, com a plataforma, a produção aumente para 25 mil unidades na próxima semana. Acesse aqui o portal.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]