i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Oportunidade

Programa seleciona startups brasileiras para treinamento em NY

  • PorPatrícia Basilio, especial para Gazeta do Povo
  • 13/01/2020 15:49
As inscrições estão abertas até dia 20 de janeiro.
As inscrições estão abertas até dia 20 de janeiro.| Foto: Anthony Rosset / Unsplash

O StartOut Brasil, programa de inserção de startups brasileiras no exterior, que tem apoio do governo federal, está selecionando 20 empresas para imersão no ecossistema de inovação de Nova York (EUA). De 19 a 24 abril, os empreendedores selecionados vão receber treinamento sobre pitch internacional, terão acesso a workshops com prestadores de serviços e poderão se reunir com possíveis parceiros, clientes e até investidores. Além disso, visitarão incubadoras e aceleradoras.

+ Siga o GazzConecta no Instagram!

“O objetivo é fomentar o movimento de internacionalização e melhorar a estratégia de comunicação dos negócios. É um processo que as startups dificilmente conseguem fazer sozinhas durante uma viagem”, explicou Luiz Gondin, coordenador de empreendedorismo inovador do Ministério da Economia.

Serão selecionadas startups brasileiras de qualquer área que estejam faturando acima de R$ 500 mil ou tenham recebido algum investimento, e tenham condições concretas de se internacionalizar. A empresa também deve ter uma equipe 100% dedicada ao negócio e capacidade de expandir o time para o exterior sem comprometer as operações no Brasil.

O StartOut Brasil está na terceira edição. Foto: Divulgação
O StartOut Brasil está na terceira edição. Foto: Divulgação

“As 40 melhores empresas serão submetidas a uma banca externa que vai avaliar o potencial de inovação, maturidade e aderência ao mercado de destino. As startups costumam pensar no exterior só quando estão grandes, o que não é certo. Queremos apoiar a internacionalização delas de forma consciente”, disse o coordenador, à Gazeta do Povo.

As startups selecionadas ganharão um dia de estande na TechDay NY, uma das maiores feiras de tecnologia dos Estados Unidos, que será realizada em abril deste ano, para aumentar a exposição do negócio a investidores e parceiros.

Imersão ao redor do mundo

O programa StartOut Brasil está em sua terceira edição e já foi realizada em diversas cidades, como Xangai (China), Toronto (Canadá), Buenos Aires (Argentina), Lisboa (Portugal) e Miami (EUA). Até o momento, 97 startups brasileiras já participaram do projeto, entre elas Pipefy, Checkmob, Siteware e N2N Virtual. “Cerca de 60% das empresas disseram ter tido um resultado positivo com a viagem”, retratou.

As inscrições para a edição de 2020 estão abertas até 20 de janeiro no site StartOut Brasil. O formulário com as informações do negócio deve ser preenchido em inglês.

LEIA TAMBÉM
>>> Programa Living Labs Tecpar está com inscrições abertas
>>> Startup Kenoby recebe investimento de R$ 20 milhões
>>> Tecnologia em alta na lista das 15 profissões em destaque

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.