Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
David Aragão CPO da Hent; Leo Pinho, CEO, e Thiago Diniz, CTO.
David Aragão CPO da Hent; Leo Pinho, CEO, e Thiago Diniz, CTO.| Foto: Divulgação

A proptech Hent, que promete automatizar cobranças e oferecer acesso a capital para donos e compradores de loteamentos, levantou R$ 5 milhões em investimentos em uma rodada liderada pelo fundo de venture capital Canary. Também participaram o fundo brasileiro Norte, Brian Requarth, cofundador do VivaReal e chairman do Grupo Zap, e o investidor-anjo Julian Tonio.

Sediada em Recife, a startup faz desde a administração de contratos até a emissão de boletos e notificação de cobrança por e-mail, WhatsApp e SMS para as incorporadoras. Além disso, a Hent promete oferecer acesso a capital para loteadores e compradores de lotes para aquisição de novos terrenos ou para obras, como construção de uma casa, por exemplo.

Segundo Leo Pinho, fundador e CEO da Hent, o aporte será utilizado para contratar mais funcionários (atualmente, são seis profissionais) e acelerar a expansão do negócio. "Estamos contratando cerca de 15 pessoas este ano e planejamos estruturar um fundo para ofertar crédito aos clientes", afirmou ele, que foi um dos fundadores da Kaplen, fintech vendida em 2015 para o Itaú.

"O mercado de loteamentos é ainda muito fragmentado e low-tech no Brasil, por isso, vimos uma grande oportunidade à frente da Hent. Também é importante destacar que estamos falando de um time de fundadores experiente. São second-time founders (fundadores pela segunda vez), preparados tanto para resolver um problema antigo e difícil como para atrair bons talentos para ajudá-los nessa empreitada", disse Marcos Toledo, cofundador e managing partner do Canary.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]