i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Transformação digital

10 tendências de marketing digital para impulsionar corretores e imobiliárias

  • PorMariana Ceccon, especial para o GazzConecta
  • 10/09/2020 18:12
10 tendências de marketing digital para impulsionar corretores e imobiliárias
| Foto: Unsplash.

Quinze milhões. Este é o número de pesquisas relacionadas ao mercado imobiliário realizadas no Google todos os meses somente no Brasil. Neste universo, mais da metade das buscas estão direcionadas a termos específicos de classificados, imobiliárias e corretoras. A outra metade divide-se entre buscas sobre tipos de negociação e detalhes sobre imóveis, além de informações sobre crédito imobiliário.

Esse extenso campo de trabalho foi apresentado pela gerente industrial do Google Brasil, Daniela Schmitz, na última edição da feira Conecta Imobi On, um dos mais relevantes encontros do mercado imobiliário da América Latina, organizada pelo Grupo Zap. O evento aconteceu durante a primeira semana de setembro e reuniu mais de 15 mil pessoas online para debater os desafios e oportunidades para este segmento no cenário pós-Covid-19.

"Esses números nos mostram que é possível atuar para capturar o lead em diversas partes da jornada de compra. Uma empresa que oferece conteúdo sobre crédito imobiliário ou tira dúvidas sobre métodos de pagamento enquanto os clientes ainda estão numa fase de procura por fontes de informação seguras possuem mais chance de consolidar-se como marca perante o comprador em fases posteriores da jornada", explica Daniela.

Um dos principais focos dos palestrantes durante os cinco dias de feira foi impulsionar o trabalho de corretores, imobiliárias, construtoras e incorporadoras em direção às vendas e atendimento online, justamente através dessa atração de interessados pelo tema, os chamados leads. Este método de atuação, que inclui a captura de potenciais clientes através de buscadores, redes sociais, site e emails, de acordo com os especialistas convidados, deverá ser o principal meio de relacionamento com clientes em curto e médio prazo.

Para preparar estes profissionais para a transformação digital, os palestrantes fizeram uma série de treinamentos relacionados à tendências em redes sociais e a otimização do uso de ferramentas de marketing digital. Com o apoio do Sebrae-PR, o GazzConecta acompanhou os cinco dias de evento e resume as principais dicas de comunicação online.

As principais ferramentas de marketing digital

"Antes de automatizar algum processo de marketing, é preciso entender qual é este processo e o seu propósito", aconselha o especialista em marketing do Grupo VGV, Bruno Lessa. Em uma oficina temática sobre marketing digital para o mercado imobiliário o profissional defendeu essa premissa básica, garantindo que a contratação e o uso de ferramentas de marketing digital são mais efetivas, quando se possui um entendimento claro das metas e objetivos decorrentes daquele uso.

"Se você não tem um processo de marketing, volte algumas casas antes de contratar um aplicativo ou software. Disparar emails marketing e mensagens sem um procedimento pode tornar seu conteúdo repetitivo e ineficaz", resume.

Para Lessa, oferecer conteúdo de qualidade e entender o que o cliente está buscando em cada etapa da jornada deve ser o ponto de partida, informação que pode ser obtida gratuitamente através de ferramentas como o Google Trends. "Em vez de comprar palavras-chave genéricas no Google, como por exemplo, 'imobiliárias em Copacabana', entenda quem é o seu cliente e invista em termos cauda longa, como 'apartamento de três quartos em Copacabana'. Desta forma aparecerão leads mais qualificados e com maior chance de conversão em vendas", aconselha o profissional.

Com um objetivo e público-alvo definidos é hora de estudar quais são as melhores ferramentas para cada fim. O fundador da agência movimentadora de negócios Cercle, Rafael Landa apresentou ao público do Conecta Imobi On uma série com seus aplicativos favoritos com ampla aplicação no mercado imobiliário. Veja a lista:

10 ferramentas de marketing digital para o mercado imobiliário

Loom

Gravar respostas em vídeo para responder dúvidas e emails dos clientes é uma forma de deixar o atendimento mais personalizado e humanizado. Com o Loom é possível fazer esta gravação direto no aplicativo do email, bem como visualizar a resposta sem ser redirecionado para nenhuma outra ferramenta.

Google Forms ou Typeform

Entender qual é o perfil dos clientes e qual é o momento em que eles estão é possível através da aplicação de questionários simples e rápidos. Utilizar ferramentas de formulários e disparar para uma base de clientes fiéis pode devolver um raio-x do seu público-alvo e ser útil para separá-los em diferentes grupos de interesse, bem como auxiliar na criação de conteúdo personalizado específicos para investidores, famílias, solteiros, etc.

Canva

O aplicativo permite de forma intuitiva a criação de diversas peças de design que podem ir desde a formatação de um calendário personalizado de visitações, para enviar para o Whatsapp de clientes, por exemplo, até a formulação de uma identidade visual para posts em redes sociais e uma newsletter própria.

Snapseed

O editor de fotos desenvolvido pelo Google pode ajudar anunciantes a obter mais cliques e visualizações através de pequenas modificações nas imagens, como o acréscimo de pontos de luz em pontos que devem ser destacados, tornando os ambientes mais atrativos.

Simple Teleprompter

Para corretores e profissionais do mercado imobiliário que estão gravando vídeos de si mesmos nos bairros onde atuam e apresentando imóveis, a sugestão do especialista é o uso do Simple Teleprompter, um aplicativo que permite a passagem de texto na tela do celular, ajudando quem está gravando a não esquecer de nenhuma informação e também melhorando a desenvoltura em frente as câmeras.

Youtube

O segundo maior buscador da internet é o Youtube e para Rafael Landa, uma ferramenta ainda pouco explorada pelos profissionais do mercado imobiliário. A dica é que corretores e construtoras gravem vídeos mostrando a vizinhança e outros detalhes das regiões onde atuam. Desta forma, sempre que algum interessado em imóveis procurar detalhes sobre alguma região será levado ao seu conteúdo e consequentemente associará a marca.

Google Trends

Uma das principais ferramentas de marketing para qualquer área, o potencial do Google Trends para imóveis pode ser explorado de diversas formas, entre eles a descoberta de quais tipos de imóveis são mais buscados em cada região, o volume destas buscas, além dos gráficos de evolução de termos específicos pesquisados nos últimos anos. Estas pesquisas determinarão não só de que forma atuar, como também que tipo de termos incluir em seus conteúdos e o que seu público está buscando com mais assertividade.

Mojo

Para oferecer ao público stories com design profissional no Instagram, o conselho de Rafael Landa é o uso do editor de stories Mojo, com possibilidade de alteração de letras, animação de imagens e opções variadas de layouts para este tipo de conteúdo.

Milvus

Com um recurso específico para adequações exigidas pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), o software Milvus, mesmo em sua versão gratuita, pode dar um panorama geral de quais alterações precisam ser feitas nos canais dos anunciantes e vendedores para atender a nova legislação.

SEMRush

Com uma emissão de até 10 relatórios gratuitos diariamente, a ferramenta SEMRush analisa o desempenho de qualquer site, desde seu posicionamento nas buscas orgânicas e pagas frente aos seus concorrentes até a oferta de dicas de otimização de conteúdo. Para Landa, essa é uma forma de atuar como "snipper" para obter um ranqueamento competitivo no Google e Youtube.

Vídeos

Cereja no bolo quando se fala em comunicação online, a gravação de vídeos anúncios, seja para redes sociais tirando dúvidas ou apresentando imóveis pode ser também o "calcanhar de Aquiles" de muitos profissionais. Isto porque apesar de equipamentos como smartphones estarem entregando resoluções cada vez mais altas e de simples operacionalização, a parte de criação ainda exige crtiavidade, técnica e produção.

"Hoje não dá para pensar em anúncio, sem vídeo. Inclusive aqueles onde o próprio corretor aparece apresentando o imóvel, porque cria mais empatia e conexão", aconselha o gerente regional do Grupo Zap, Raphael Garcia. O profissional ministrou um dos workshops direcionados especificamente para a criação de anúncios digitais de sucesso e garantiu que a apresentação, não deve durar mais do que três minutos.

"Quando são apenas fotos, pense num conjunto mínimo de 15 delas e as ordene em uma lógica de vídeo tour. Mesmo que seja um studio. Comece com a imagem da primeira visão que temos ao abrir o imóvel e siga como se fosse uma apresentação", explica.

Outro expert em produção audiovisual para este ramo, Celso Saraiva, mais conhecido como o "O Cara do Vídeo", graças a sua metodologia de gravação para o mercado imobiliário, também dividiu sua experiência durante o evento e explicou que o maior erro que pode ser cometido é não preparar os imóveis antes de apertar o "REC".

"Antes de gravar é preciso orientar seu cliente de que o imóvel precisa ser produzido para um vídeo especial. Isto quer dizer que fotos, objetos de uso pessoal e outros itens que revelem a presença de outro dono, precisam ser removidos do ambiente. É preciso criar esta neutralidade, para que o comprador não tenha essa barreira muitas vezes inconsciente, de que está invadindo o espaço de alguém ou que o imóvel já está ocupado", conta.

O GazzConecta elencou dez dicas gerais do profissional para quem vai fazer uma gravação para divulgação online:

  1. Use sempre que possível linguagem cinematográfica, isto é, grave em dias claros, ensolarados e que darão maior nitidez as imagens. Dentro do imóvel, mantenha todas as lâmpadas acesas, criando diversos pontos de luz e passando a sensação de aconchego;
  2. Remova fotos, escovas de dentes, sapatos, cremes e animais de estimação antes da gravação. Vale se perguntar sempre: como este ambiente estaria, se fosse um hotel? Esta pergunta guia a preparação dos imóveis;
  3. Nos quartos prefira roupas de cama claras e bem esticadas. Nos banheiros, somente toalhas claras, enroladas e novas. Crie ambientes cleans para que a decoração e os acréscimos sejam feitos na imaginação do cliente;
  4. Tente trazer sempre os quatro elementos: terra, fogo, água e ar, seja através de plantas, lareiras, fogões, banheiras, pias, vasos decorados, etc. Os elementos naturais criam a sensação de encantamento, aconchego e segurança;
  5. Calcule que o vídeo deve ter entre 15 e 20 takes de alguns segundos cada, dependendo da complexidade do ambiente e os detalhes a serem mostrados;
  6. Prefira sempre planos abertos que passem a sensação de amplitude do ambiente. É possível conquistar mais espaço de tela, com a instalação de lentes grande-angulares avulsas, no próprio smartphone;
  7. Faça sempre movimentos lentos e contínuos. Comece e termine o take fazendo um único movimento, sem subir ou descer o celular, virar ou mudar o trajeto esperado. "A lente da câmera é o olho do cliente, por isso fazer mais de um movimento em uma mesma cena pode causar vertigem e confundir", explica Saraiva;
  8. Varie os movimentos de cena para cena. Para mostrar a altura de um pé direito, por exemplo, faça um único movimento de cima para baixo. Em seguida, inicie uma nova gravação entrando caminhando lentamente em um ambiente, com o uso de um estabilizador ou suporte para celular.
  9. Posicione-se ao lado de janelas e portas para aproveitar a luz natural e não ter problemas com a nitidez, ao gravar contra a claridade.
  10. Dê preferência para filmar em full HD. Resoluções maiores podem custar muito tempo de edição e ser um empecilho para abertura de alguns clientes. Resoluções mais baixas, no entanto, podem afastar pela baixa nitidez e falta de detalhamento do imóvel.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.