Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O bairro 22@ possui arquitetura fabril, do século XIX, foi revitalizado e se tornou o berço da inovação em Barcelona.
O Bairro 22@ possui arquitetura fabril, do século XIX, foi revitalizado e se tornou o berço da inovação em Barcelona.| Foto: José Godoi Júnior/Gazeta do Povo

De espaço fabril até a consolidação da sociedade do conhecimento. Assim é conhecido o 22@, bairro de Barcelona que é um dos exemplos de sucessso em soluções de smart cities. Entre as prioridades para a construção do espaço estão o fortalecimento da economia local e qualidade de vida da população.

O bairro foi revitalizado após o declínio da indústria do local no século XIX. Através de um plano de longo prazo, com o comprometimento de todos os agentes, uniram-se no bairro o governo, universidades, sociedade e empresas.

Este ano o 22@ completa 20 anos com mais de 9 mil empresas e 90 mil trabalhadores morando no bairro e em suas proximidades. O planejamento da região prevê que as pessoas possam morar e trabalhar no em locais próximos, diminuindo a necessidade de transporte e causando impacto positivo no meio ambiente.

Sede Cisco localizada no 22@. Foto: José Godoi Júnior/Gazeta do Povo
Sede Cisco localizada no 22@. Foto: José Godoi Júnior/Gazeta do Povo

Toda a infraestrutura foi construída em uma parceria público privada, com investimento de mais de 200 milhões de euros. Apenas 10% deste montante foi de verbas do governo local, um exemplo onde o Estado cria as condições e a iniciativa privada investe o capital. Este modelo de financiamento é um dos pilares do conceito de Smart City.

Umas das maneiras de incentivar o desenvolvimento do espaço foi através de um plano urbanístico que permitiu a construção de prédios mais altos, em troca, a prefeitura ficou com cerca de 30% do terreno do bairro.

No espaço, de posse do governo, foram construídas moradias sociais, zonas verdes e espaços para educação como hubs de inovação e universidades. Isso permitiu criar um ambiente propício à moradia que atraiu dez centros universitários instalados no bairro.

Para Eduardo Pimentel, vice-prefeito de Curitiba, os espaços do Vale do Pinhão, na capital paranaense, foram inspirado no modelo de Barcelona. "Nós observamos que esta é uma área totalmente revitalizada, de moradia estrategicamente localizada. Isso é um bom exemplo mundial de uma acupuntura urbana, com planejamento que muda a cara da região", descreve Eduardo.

One Stop Shop do 22@

Na entrada do 22@ existe o MediaTIC, porta de entrada do bairro, o epicentro do distrito. Ali, concentram-se todas as informações que o cidadão e as empresas precisam para abrir uma empresa ou contratar um talento. O espaço é um primeiro passo para tornar processos de formalização de empresas menos burocráticos e mais ágeis.

Entrada do MediaTIC, no bairro 22@. Foto: José Godoi Júnior/Gazeta do Povo
Entrada do MediaTIC, no bairro 22@. Foto: José Godoi Júnior/Gazeta do Povo

No bairro existem capacitações na área de tecnologia desde o nível básico, como mandar um e-mail, até programas de qualificação para programação. O centro de educação, chamado de Cibernarium, já forma mais de 14 mil pessoas todos os anos.

Foto: José Godoi Júnior/Gazeta do Povo
Foto: José Godoi Júnior/Gazeta do Povo
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]