Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Programação completa do Smart City Expo Curitiba 2022
Programação completa do Smart City Expo Curitiba 2022| Foto: Anderson Laus Netto

Falta uma semana para a 3ª edição do Smart City Expo Curitiba 2022, maior evento brasileiro de cidades inteligentes, que deve reunir 10 mil pessoas de cerca de 30 países nos dias 24 e 25 de março, no Centro de Eventos Positivo (Parque Barigüi), somando público presencial e remoto. Os interessados em acompanhar as palestras dos especialistas no setor podem conferir abaixo a agenda com a programação completa do congresso.

Veja também: Smart City Expo Curitiba 2022: os destaques na área de exposição do evento

O Smart City Expo Curitiba vai atuar novamente como um grande hub de conexão e networking entre gestores das iniciativas públicas, diretores e executivos de organizações privadas, investidores, empreendedores, pesquisadores, órgãos de fomento e sociedade civil. Com apoio da Prefeitura de Curitiba, da Agência Curitiba e do Vale do Pinhão, o evento é organizado desde 2018 pelo iCities Smart Cities Solutions, hub de negócios e soluções em cidades inteligentes pioneiro no Brasil, e conta com patrocínio de empresas como Mastercard, Indra, Sebrae Paraná, L8, Planet Smart City, Renault e BRDE e Geotab. O GazzConecta, há dois anos, é media partner do evento e realiza uma cobertura exclusiva com os destaques da programação.

A área de congresso do evento vai reunir mais de 100 especialistas de todo o mundo apresentando o que há de mais inovador em Tecnologias Inteligentes para Cidades, Inovação e Negócios Disruptivos, Governança em uma Sociedade Inteligente, Mobilidade Inteligente para o Futuro, e Cidades Sustentáveis. Um dos maiores nomes da inovação no Vale do Silício, na Califórnia EUA), o empreendedor indo-canadense Salim Ismail será um dos keynotes principais do evento. Ele é um dos fundadores da Singularity University, universidade entre as mais prestigiadas do mundo na área de inovação.

Além de Ismail – que é autor do best-seller “Organizações Exponenciais”, nomeado em 2017 para o conselho de administração da Fundação XPRIZE – o SCECWB contará com a presença de Gil Peñalosa, um dos urbanista de referência internacional, que fará o painel de abertura. Fundador e presidente da organização canadense sem fins lucrativos 8 80 Cities, Peñalosa tem atuação em 345 cidades pelo mundo.

Confira abaixo a programação completa dos dois dias de palestras do Smart City Expo Curitiba 2022.

Programação Smart City Expo Curitiba 2022

Dia 24 de março

  • 08h00 - 09h00: Credenciamento 
  • 09h00 - 09h45: Abertura Oficial 
  • 09h45 - 10h45: Gil Peñalosa - Cidades inteligentes: equitativas e sustentáveis, onde todas as pessoas vivem mais saudáveis e felizes
    Quando estávamos pensando em cidades inteligentes e mudanças climáticas, chegou o COVID 19, e alguns dizem que tudo mudou. De acordo com Gil Peñalosa, o que mudou foi a nossa percepção, onde o "invisível se tornou visível". Sentimos mudanças negativas, como a falta de equidade, mas também, mudanças positivas, como o ar mais limpo quando havia menos carros devido às restrições do isolamento. Vimos também muitas cidades fazendo transformações que antes não faziam, alegando falta de verba, de informação, de cultura ou mesmo mudanças que levariam anos; alguns criaram redes de ciclovias protegidas em dias, transformaram campos de golfe em parques públicos em 24 horas, converteram ruas em zonas livres de carros em áreas com falta de parques. As cidades enfrentam uma magnífica oportunidade de avançar radicalmente diferente do passado; factível, mas não fácil. O objetivo deve ser criar cidades verdadeiramente inteligentes, equitativas e sustentáveis, onde todas as pessoas vivam mais saudáveis e felizes. Neste painel, Gil irá abordar as cidades inteligentes como ambientes favoráveis a estas transformações, em busca da vida mais saudável e feliz. 
    Palestrante: Gil Peñalosa
  • 11h15 - 12h00: Diálogo de Prefeitos: Liderando as Cidades Inteligentes: transformações da pandemia
    Este diálogo reúne alguns prefeitos brasileiros para discutir sua visão sobre Smart Cities e as transformações decorrentes da pandemia do Covid-19. Os prefeitos explicarão como a inovação e as novas tecnologias estão sendo aplicadas em suas cidades, como os cidadãos estão se beneficiando e quais são os principais desafios a serem enfrentados, destacando a nova era da Transformação Digital. Esta conversa terá como objetivo destacar os esforços de liderança, estratégias e projetos para melhorar a qualidade de vida dos habitantes, capacitando-os através do uso de tecnologias inovadoras.
    Palestrantes: Rafael Greca, Cinthia Ribeiro, Cícero Lucena Filho e João Campos.
  • 12h15 - 13h30: Como podemos tornar as promessas de Cidades Inteligentes tangíveis para os cidadãos e suas expectativas? 
    Esta sessão pretende compartilhar orientações práticas sobre como tornar o conceito de Cidade Inteligente significativo para os cidadãos em sua vida cotidiana. As Cidades Inteligentes querem tornar-se um novo modelo de planejamento urbano o que pode corresponder a grandes investimentos, obras de infraestrutura e visões complexas, algumas vezes até de forma mandatória pela gestão pública, com uma abordagem que pode afastar os cidadãos das transformações que as Cidades Inteligentes trazem. Encontrar maneiras de comunicar melhor o que este novo modelo implica, como as pessoas podem se envolver de forma participativa e quais melhorias tangíveis eles trarão é um ponto crucial para garantir o sucesso dos esforços da Cidade Inteligente.
    Palestrantes: Livia Schaeffer Nonose, Tiago Faierstein, Eduardo Pimentel e Julio Agostini.
  • 13h45 - 15h00: Como as autoridades locais podem liderar os caminhos da Transformação Digital dos serviços públicos?
    Esta sessão compartilhará respostas práticas à necessidade de gerar valor à sociedade com a transformação digital. A integração de tecnologias e soluções às infraestruturas ou serviços públicos, pode parecer fácil para aqueles que possuem orçamento disponível. Porém, estes investimentos precisam encontrar um propósito e trazer eficiência, para evitar a integração de soluções digitais apenas pelo uso da tecnologia. Inesperadamente, o Covid-19 ilustra este cenário, servindo como o exemplo perfeito de um propósito em busca das inovações certas. Nesta sessão, as autoridades locais precisam assumir seu protagonismo na garantia de valor à sociedade e benefícios diretos para a população nestes investimentos, para que liderem essa transformação na direção certa.
    Palestrantes: Juan Sebastián González Flórez, Edelvicio Souza Junior, Alexandre Jarschel de Oliveira, Rubens Del Monte e Susanna Marchionni.
  • 15h15 - 16h15: Inovação guiada pela tecnologia no funcionamento das cidades
    Diversos setores vêm se beneficiando com a transformação digital e a inovação, como mobilidade e sistemas de transporte, serviços ao cidadão, gestão urbana, planejamento urbano e obras públicas, geração de energias limpas, entre outros. As cidades estão adicionando novas camadas digitais de inteligência em seu dia a dia, tanto em sua maneira de trabalhar quanto na forma como os serviços públicos operam, isto resulta em eficiência e melhorias em suas operações. Esta sessão apresentará como estamos moldando nossa experiência urbana e transformando nossas cidades através de diferentes soluções e suas aplicações.
    Palestrantes: Eduardo Chomali Palacio, Fabro Steibel e Leandro Kuhn.
  • 15h15 - 16h15: Estratégias de inovação para cidades
    As estratégias de cidades inteligentes implicam em melhorias substanciais na eficiência dos serviços públicos prestados e uma gestão mais sólida das nossas cidades. Ao mesmo tempo, podem desencadear novas oportunidades de crescimento econômico na economia do conhecimento. Essa sessão visa entender como as cidades podem integrar a inovação urbana como um motor estratégico para o desenvolvimento econômico local, e também trazer mudanças transformadoras na forma como operam.
    Palestrantes: Juan José Prada Nicoletti, Igor Oliveira e Alessandra de Albuquerque Reis.
  • 16h15 - 16h30: Desenhando o futuro da mobilidade urbana (Palestra Introdutória)
    Esta sessão visa trazer um panorama das diferentes tecnologias que estão sendo criadas para o futuro da mobilidade urbana. Desde o compartilhamento bicicletas a carros autônomos sem motoristas, mas também quais as barreiras nos novos modelos de transporte nas cidades em busca do equilíbrio que promova um sistema de mobilidade mais sustentável e acessível. A implementação de estratégias públicas que incentivem sistemas de mobilidade sustentáveis exigirá a construção de cidades com maior densidade populacional e edificações de uso misto, bem como uma nova visão da necessidade de reequilibrar os diferentes meios de deslocamento para garantir sistemas de transporte mais inteligentes no futuro próximo.
    Palestrante: Darío Hidalgo.
  • 16h15 - 16h30: Lidando com a complexidade: inovação em políticas públicas (Palestra Introdutória)
    A gestão pública está sujeita a diferentes desafios atualmente. A forma como gerenciamos as cidades já não atende às expectativas das pessoas e organizações. Enquanto a sociedade está em transição para novas formas de interação com os serviços disponíveis, novas formas de acesso à informação, novas soluções e reorganizando os impactos de tudo isso em seu dia a dia, as políticas públicas ainda carecem de novas maneiras de criar e oferecer serviços públicos. A complexidade é o novo normal, desta forma a inovação na gestão pública e nos serviços que oferecem à população são essenciais. A Covid-19 mostrou uma dramática, mas concreta, materialização da necessidade de inovação em situações complexas. Esta sessão explorará abordagens inovadoras para criar novos serviços, novas pastas, planejar novas políticas, e compreender os impactos decorrentes das ações do setor público ou do funcionamento da sua estrutura.
    Palestrante: Alejandra Núñez Aguilar.
  • 16h30 - 17h30: Desenhando o futuro da mobilidade urbana (Parte A)
    Esta sessão visa trazer um panorama das diferentes tecnologias que estão sendo criadas para o futuro da mobilidade urbana. Desde o compartilhamento bicicletas a carros autônomos sem motoristas, mas também quais as barreiras nos novos modelos de transporte nas cidades em busca do equilíbrio que promova um sistema de mobilidade mais sustentável e acessível. A implementação de estratégias públicas que incentivem sistemas de mobilidade sustentáveis exigirá a construção de cidades com maior densidade populacional e edificações de uso misto, bem como uma nova visão da necessidade de reequilibrar os diferentes meios de deslocamento para garantir sistemas de transporte mais inteligentes no futuro próximo.
    Palestrantes: Rodrigo de Oliveira Perpétuo e Ricardo Mendes.
  • 16h30 - 17h30: Lidando com a complexidade: inovação em políticas públicas (Parte A)
    A gestão pública está sujeita a diferentes desafios atualmente. A forma como gerenciamos as cidades já não atende às expectativas das pessoas e organizações. Enquanto a sociedade está em transição para novas formas de interação com os serviços disponíveis, novas formas de acesso à informação, novas soluções e reorganizando os impactos de tudo isso em seu dia a dia, as políticas públicas ainda carecem de novas maneiras de criar e oferecer serviços públicos. A complexidade é o novo normal, desta forma a inovação na gestão pública e nos serviços que oferecem à população são essenciais. A Covid-19 mostrou uma dramática, mas concreta, materialização da necessidade de inovação em situações complexas. Esta sessão explorará abordagens inovadoras para criar novos serviços, novas pastas, planejar novas políticas, e compreender os impactos decorrentes das ações do setor público ou do funcionamento da sua estrutura.
    Palestrantes: André Agra Gomes de Lira, Marcos Cesar de Oliveira Pinto, Felício Ramuth e Aparecido José Weiller Junior.
  • 17h30 - 18h00: Desenhando o futuro da mobilidade urbana (Parte B)
    Esta sessão visa trazer um panorama das diferentes tecnologias que estão sendo criadas para o futuro da mobilidade urbana. Desde o compartilhamento bicicletas a carros autônomos sem motoristas, mas também quais as barreiras nos novos modelos de transporte nas cidades em busca do equilíbrio que promova um sistema de mobilidade mais sustentável e acessível. A implementação de estratégias públicas que incentivem sistemas de mobilidade sustentáveis exigirá a construção de cidades com maior densidade populacional e edificações de uso misto, bem como uma nova visão da necessidade de reequilibrar os diferentes meios de deslocamento para garantir sistemas de transporte mais inteligentes no futuro próximo.
    Palestrantes: Gil Peñalosa e Darío Hidalgo.
  • 17h30 - 18h00: Lidando com a complexidade: inovação em políticas públicas (Parte B)
    A gestão pública está sujeita a diferentes desafios atualmente. A forma como gerenciamos as cidades já não atende às expectativas das pessoas e organizações. Enquanto a sociedade está em transição para novas formas de interação com os serviços disponíveis, novas formas de acesso à informação, novas soluções e reorganizando os impactos de tudo isso em seu dia a dia, as políticas públicas ainda carecem de novas maneiras de criar e oferecer serviços públicos. A complexidade é o novo normal, desta forma a inovação na gestão pública e nos serviços que oferecem à população são essenciais. A Covid-19 mostrou uma dramática, mas concreta, materialização da necessidade de inovação em situações complexas. Esta sessão explorará abordagens inovadoras para criar novos serviços, novas pastas, planejar novas políticas, e compreender os impactos decorrentes das ações do setor público ou do funcionamento da sua estrutura.
    Palestrantes: Alejandra Núñez Aguilar, André Luís G A Pimenta e Cris Alessi.

Dia 25 de março

  • 08h00 - 09h00: Credenciamento 
  • 09h00 - 10h15: Quais serão os vetores de mudança para cidades mais sustentáveis?
    Remodelar cidades em direção a sustentabilidade é uma resposta imediata à mudança climática. As autoridades locais estão em melhor posição para agir e cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Para isso, é essencial trabalhar em diferentes frentes simultâneas: conhecimento, governança, finanças, cultura e comportamento humano, tecnologia, análise de dados, entre outros. Essa sessão irá apresentar, analisar e mostrar como os especialistas e as cidades estão garantindo o desenvolvimento urbano sustentável.
    Palestrantes: Hugo Isaak Zepeda, Cláudio Nascimento e Thomas Law.
  • 10h15 - 11h30: Como as cidades podem liderar a mudança para novos modelos de transporte?
    Os modelos de transporte tradicionais e a forma como as pessoas se deslocam pela cidade está mudando. As inovações tecnológicas trouxeram modelos mais sustentáveis e, com eles, softwares de gestão de dados mais avançados e sistemas inteligentes para resolver alguns dos principais desafios atrelados a mobilidade, como: a poluição, a emissão de gases, os congestionamentos, entre outros. Esta sessão irá explorar a importância das cidades como indutoras destas mudanças através da implementação de novas estratégias, políticas e projetos. O principal desafio é: como as cidades podem garantir novos modelos de transporte sustentável que beneficiem a população?
    Palestrantes: Juan Antonio González Perez, Ana Cristina Wollmann Zornig Jayme e Mario González Cerro.
  • 12h00 - 13h00: Financiando a inovação urbana: tornando os projetos de cidades inteligentes reais
    Fazer com que as cidades inteligentes se tornem realidade é um desafio para muitos. Transformar a teoria em ação é mais difícil do que apenas ter uma visão, ideias, planos e até ferramentas tecnológicas. Quadros legais, desenvolvimento de capacidades, envolvimento de stakeholders, etc., são alguns dos meios para as cidades implementarem estratégias e projetos. Entre essas ferramentas, as fontes de financiamento, projetos qualificados e modelos de negócios sólidos se tornam cruciais para concretizar projetos de cidades inteligentes e farão a diferença na entrega de projetos bem-sucedidos para as cidades e seus cidadãos. Esta sessão reunirá diferentes atores da administração pública, setor privado e outros atores urbanos para analisar o papel do financiamento e como eles podem trabalhar juntos para desenvolver modelos que facilitem a implementação e operação de ações inovadoras.
    Palestrantes: Thiago Gonçalves Ledo e Marcelo Facchina.
  • 12h00 - 13h00: Infraestruturas inteligentes: inovação para melhores serviços
    Os serviços urbanos e as infraestruturas públicas podem se beneficiar muito com a inovação, ainda mais neste momento com a onda da transformação digital que está em alta. Da segurança à energia, transportes públicos ou gestão de dados, a implementação de novas tecnologias pode melhorar o nosso quotidiano através de serviços mais robustos, infraestruturas urbanas mais seguras, serviços mais personalizados, gestão de dados em tempo real, etc., contribuindo para ambientes urbanos mais eficientes, sustentáveis e inteligentes. Esta sessão reunirá experiências dos setores público e privado para explicar como eles trabalham juntos na implementação dessas novas ferramentas tecnológicas para a gestão urbana.
    Palestrantes: Carlos Eduardo Cardoso e Jayme de Mattos Leça Filho.
  • 13h15 - 14h15: Vivendo em uma cidade inteligente: um salto no futuro
    As Cidades Inteligentes têm um impacto real na vida cotidiana. Do acesso à informação à educação, da empregabilidade à saúde, a vida nas cidades está mudando diariamente por conta dos novos serviços digitais, interfaces, dispositivos conectados, e sensores de todos os tipos. Ao mesmo tempo, o setor público é responsável por exercer uma gestão de toda a infraestrutura para estas mudanças, e mais do que isso, de todos os aspectos do que esperamos encontrar em bom funcionamento nas cidades com todas as transformações que impactarão o futuro próximo. Está sessão irá trazer diferentes projetos que demonstram como a nossa experiência urbana está mudando para um futuro mais inteligente.
    Palestrantes: Jorge Saraiva, Antonio Carvalho e Silva Neto, Marcelo Crivano e Felippe Galeb.
  • 13h15 - 14h15: Govtech: tecnologia para alavancar os governos
    As Govtechs estão surgindo como uma nova tendência nos debates sobre Cidades Inteligentes. Em suma, representa as diferentes soluções tecnológicas que podem potencializar a transformação digital dos governos. Este é um setor em rápido crescimento no qual startups e instituições públicas estão redefinindo como a as operações públicas podem se beneficiar com a inovação para melhor atender às necessidades dos cidadãos e aprimorar nossos governos em diferentes níveis. A pandemia global colocou as govtechs como prioridade se quisermos beneficiar os serviços públicos por meio da inovação tecnológica. Essa sessão reunirá exemplos práticos e soluções que as empresas estão desenvolvendo para melhorar os serviços públicos e como as autoridades públicas estão tentando aproveitar a inovação para integrar os avanços tecnológicos.
    Palestrantes: Juan Felipe Lopez Egaña, Rhodrigo Deda e Ewaldo Del Valle.
  • 14h15 - 15h15: Qualidade de vida impulsionada por cidades sustentáveis e resilientes
    Essa sessão irá apresentar um panorama dos desafios cruciais de sustentabilidade que as cidades irão enfrentar nos próximos anos e como elas podem estar na vanguarda. Antecipando esse futuro, as cidades precisarão de autoridades locais corajosas e comprometidas que busquem fazer a mudança, e uma sociedade informada, organizada e mobilizada. Desde mudanças climáticas até economia circular, de planejamento urbano verde até mobilidade sustentável, esta sessão oferecerá exemplos práticos de soluções que visam cidades mais sustentáveis.
    Palestrantes: Piero Pelizzaro, Fernanda Elisa Demore Palandi e Rodolfo Osorio de Carrera.
  • 14h15 - 15h15: Inovações na cidadania para uma cidade participativa
    A participação de diferentes atores nas políticas públicas ganhou impulso com o surgimento das ferramentas digitais. A utilização de canais digitais está aumentando o engajamento cívico, pois promovem uma maior acessibilidade e facilitam novas formas de comunicação, expressão e coleta de ideias em torno dos desafios locais. Esta transformação não se trata apenas de um impacto tecnológico, mas sim do reflexo de novos valores sociais que geram uma mudança de cultura e de pensamento: transparência, abertura, personalização, experimentação, informação em tempo real, etc. Esta sessão irá explorar ações e projetos inovadores que trazem a criação e implementação de processos participativos junto a sociedade.
    Palestrantes: Carolina Carrasco Pizarro, Carla Cavichiolo Flores, Washington Fajardo e Thiago Morastoni.
  • 15h30 - 16h15: Keynote
    Palestrante: Salim Ismail.
  • 16h15 - 17h30: O que queremos que a tecnologia nos ofereça para lidar com uma próxima crise?
    A atual crise sanitária que vivemos provou que a tecnologia, quando tem uma finalidade específica e clara, pode servir melhor às pessoas. Em decorrência da pandemia, a tecnologia tem sido o pilar para manter a atividade econômica, os serviços públicos e a vida social e, desta forma, também acelerou a transformação digital consideravelmente. O lado positivo é que isto nos mostrou como as soluções digitais, serviços em nuvem e tecnologias emergentes realmente funcionam, e as cidades passaram a viver uma realidade promissora em relação ao uso de soluções tecnológicas, auxiliando-as a repensar e rever suas prioridades e processo de transformação digital. Onde a tecnologia e a transformação digital ainda são lentas? Que conclusões podemos tirar dos últimos anos?
    Palestrantes: Adriana Molano e Alexandre Goldfeld Cardeman.
  • 17h30 - 18h: Encerramento Oficial 

*A programação está sujeita a alterações sem aviso prévio.

Smart City Expo Curitiba 2022 – “Society Leading The Urban Future”

  • Data: Dias 24 e 25 de março de 2022
  • Local: Centro de eventos Positivo (Parque Barigui – Curitiba/PR)
  • Ingressos: https://smartcityexpocuritiba.com/
  • - Expo pass (entrada gratuita) - Acesso à área de exposição, com doação de 1kg de alimento ou agasalho
  • - Congress Full Pass: R$ 1800 e R$ 900 (meia) - Acesso aos dois dias de congresso SCECWB, área de exposição e 20% de desconto no Smart City Expert
  • - Congress Day Pass: R$ 1200 e R$ 600 (meia) - Acesso a um dia de congresso SCECWB a sua escolha, área de exposição e 20% de desconto no Smart City Expert
  • - Workshop de projetos: R$ 2.900 (em até 12x) - Participação no congresso SCECWB e em um workshop de projetos no dia 25/03
  • - Smart Week Pass: R$ 5.900 (em até 12x) - Entre em contato: comitivas@smartcityexpocuritiba.com 

Protocolos de segurança: a adoção dos protocolos de saúde e segurança pelo local e pelos participantes visa a mitigar os riscos de exposição e contaminação pelo coronavírus, seguindo as orientações vigentes na semana do Smart City Expo Curitiba 2022, em Curitiba. O uso de máscara é obrigatório em todo o evento, assim como manter o distanciamento e higienização das mãos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]