Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Alessio Alionço, fundador da Pipefy
Alessio Alionço, fundador da Pipefy| Foto: Pipefy, Eduardo Macarios/Divulgação

A startup Pipefy, criada em Curitiba em 2015 e com sede em São Francisco (EUA), anunciou nesta terça-feira (26) o recebimento de um aporte de US$ 75 milhões em rodada série C liderada pelo Softbank Latin America Fund – que entrou com US$ 50 milhões – e participação da Steadfast Capital Management, Insight Partners, Redpoint eventures, 500 Startups, ONEVC, Atman Capital, Lee Jacobs e FundersClub.

A Pipefy oferece soluções de automação de processos e gerenciamento de fluxo de trabalho através de sua plataforma no-code (sem a necessidade de desenvolvimento de linhas de código). Hoje, a startup está presente em mais de 200 países e conta com mais de 15 mil cientes – entre eles, Nubak, Magalu, GE Healthcare, Lacoste e Rivian. Nesse modelo de negócios, 75% das empresas pagam cerca de US$ 5 mil por ano para utilizar os serviços da plataforma.

"O enorme sucesso de nossa rodada de financiamento da Série C ressalta o amplo apelo e a utilidade da plataforma Pipefy. Nossa abordagem no-code está atendendo às necessidades de forças de trabalho distribuídas em todo o mundo. A SoftBank, junto com outros investidores desta rodada, nos deu a capacidade de acelerar nossos esforços para tornar o Pipefy a solução mais popular para automatizar operações e processos de negócios” comemora Alessio Alionço, fundador e CEO da Pipefy em comunicado.

O objetivo da startup com o novo aporte é expandir e acelerar suas operações nos Estados Unidos, que já é o segundo maior mercado da Pipefy depois do Brasil. Além disso, o investimento será utilizado na contratação de novos profissionais e na ampliação de serviços da startup, especialmente na área de finanças, recursos humanos e customer success.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]