Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Os fundadores da Celero, Pedro Chaves, João Tosin e João Betenheuzer
Os fundadores da Celero, Pedro Chaves, João Tosin e João Betenheuzer| Foto: Divulgação

A startup Celero foi escolhida como a melhor fintech do prêmio Santander X Global Award, anunciado no último dia 25. Criada dentro da Unicuritiba, a empresa fornece uma plataforma de gestão financeira por meio de inteligência artificial para pequenos e médios empresários, e aumentou em 700% sua base de clientes em 2019. A competição avaliou mais de 500 startups nascidas dentro de ambientes universitários de cinco países: Argentina, Brasil, Chile, Espanha e México.

Em dezembro do ano passado, a organização da competição já havia elencado os 100 projetos mais promissores. Destes, cinco são brasileiros: as startups Aquarela (SC), que desenvolve soluções utilizando inteligência artificial; a Full Face (SP), de biometria facial; a Navarra Tech (SC), que permite a digitalização de trading de energia elétrica e as fintechs Get More (SC) e Celero (PR).

Agora, o reconhecimento veio para a startup paranaense como o melhor projeto internacional dentro de sua área de atuação.

“Eram 500 empresas de diversos países e ver a nossa solução, que começou lá na faculdade, conquistar esse reconhecimento só mostra a seriedade do nosso trabalho”, comemora João Tosin, um dos fundadores da empresa.

Criada a partir de um projeto de graduação sob a mentoria do professor de Tecnologia e Inovação para Novos Negócios do curso de Administração, Sérgio Itamar, a startup tem seu foco em gestão e automação de processos financeiros. Até o fim deste ano, a meta da startup é fazer crescer sete vezes o seu número de clientes, chegando a uma carteira de 2,5 mil empresários atendidos.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]