Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O sistema está sendo desenvolvido pela GTI deve ficar pronto em até seis meses.
O sistema está sendo desenvolvido pela GTI deve ficar pronto em até seis meses.| Foto: Andrea Lombardo/Lactec

Fica cada vez mais claro que para que a rotina e o trabalho voltem ao seu ritmo normal, será preciso investir em ferramentas de monitoramento da saúde e trajeto da população. Pelo menos essa é a aposta de algumas startups brasileiras, que estão correndo para desenvolver tecnologias capazes de monitorar diariamente as condições físicas de funcionários e conter rapidamente a propagação do novo coronavírus dentro de ambientes corporativos e hospitalares.

É o caso da startup curitibana GTI, que elaborou uma solução de triagem baseada no sensoriamento térmico para identificar os sintomas da Covid-19. Na prática o sistema consiste em um dispositivo que mede a temperatura, integrado a um smartphone ou tablet. Os dados sobre a temperatura das pessoas monitoradas fica armazenada em uma nuvem, que utiliza a inteligência artificial  para gerar informações e mapeamentos.

O projeto, ainda em fase de testes, recebeu investimento do Sebrae em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) para melhorar a tecnologia e colocá-la à disposição no mercado. A ideia da startup é entregar o sistema pronto em seis meses, mas os testes estão sendo acelerados para ajudar no combate e monitoramento da pandemia.

O sistema pode ser implantado em catracas de acesso por exemplo. Foto: Andrea Lombardo/Lactec
O sistema pode ser implantado em catracas de acesso por exemplo. Foto: Andrea Lombardo/Lactec

Maurício Doebeli, proprietário da GTI, ressalta que a tecnologia tem potencial para se tornar nacional. “Queremos oferecer uma solução nacional, com custo acessível, e que possa ser desenvolvida em um curto prazo de tempo, aliando a emergência de salvar vidas à retomada de atividades econômicas”, afirmou Doebeli.

O sistema vai permitir a medição da temperatura corporal de forma automatizada, off-line e sem contato, através  de aproximação da parte interna do punho. O resultado aparece no display do equipamento com sinal verde indicando a normalidade da temperatura ou vermelho para alterações que representem alguma possibilidade de contaminação.

Caso sejam identificadas variações de temperatura, a pessoa passa por um protocolo de auto avaliação dos sintomas diretamente no aplicativo. A ideia é que o equipamento possa ser acoplado junto a controles de acesso de funcionários nas empresas, como catracas.

HealthYou

A HealthYou, startup focada no fornecimento e gestão de dados para empresas, oferece um serviço gratuito que realiza a triagem e identificação de grupos de risco para a Covid-19. Por meio do aplicativo os usuários passam por uma triagem realizada por chatbots e caso o usuário seja identificado como caso suspeito é encaminhado para o teleatendimento, pela equipe de enfermeiros da startup, que fazem acompanhamento diário do paciente.

O aplicativo faz o monitoramento e permite o contato com enfermeiros para orientar o paciente. Foto: Divulgação/HealthYou
O aplicativo faz o monitoramento e permite o contato com enfermeiros para orientar o paciente. Foto: Divulgação/HealthYou

Implus Monitor

A startup Implus Care desenvolveu o Implus Monitor, uma plataforma que monitora os colaboradores de empresas com notificações diárias para que os funcionários relatem como estão se sentindo.

A primeira triagem é feita por chatbots, em caso de respostas que possam estar ligadas a problemas de saúde, o sistema utiliza a inteligência artificial para gerar alertas enviados a equipes de saúde da empresa, que por sua vez entram em contato com o colaborador. A tecnologia pode monitorar o funcionário e até oito pessoas de sua família.

Tecnologia para médicos e hospitais 

A startup Sanar é especializada na educação médica e desenvolveu o aplicativo SanarMed Covid-19 que reúne ferramentas para profissionais de saúde. No sistema os médicos tem informações sobre a utilização correta de equipamentos de proteção individual e através da plataforma podem utilizar um agregador de pesquisas científicas, dashboard com os casos de Covid-19 no Brasil, além das principais fake news a respeito da doença, para ajudar na orientação do paciente.

A weKnow Saúde desenvolveu um software para seus clientes com um pacote de indicadores para ajudar na gestão de pacientes diagnosticados com Covid-19. O sistema possibilita o acompanhamento geral dos casos relacionando o perfil dos pacientes, os tratamentos disponíveis, internações, altas e óbitos mensais.

O sistema oferece um panorama para os gestores sobre a segurança do quadro de profissionais, a sustentabilidade financeira do negócio, a gestão de insumos e gestão de leitos e internações.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]