Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Projeto de Amanda Fabbri tem luminárias exclusivas e decoração com temática do game "Mario Bros". Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
Projeto de Amanda Fabbri tem luminárias exclusivas e decoração com temática do game "Mario Bros". Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo| Foto: Fernando Zequinão

Seja nos detalhes, nos móveis ou em todo o conceito, as cores trazem vida aos ambientes e podem ser usadas de diferentes formas. De espaços corporativos a áreas íntimas, os seis projetos selecionados aqui — e que integram o Anuário HAUS 2019 — apostam no colorido para dar personalidade e alegria para os ambientes.

Lúdico e adaptável

A proposta de Hellen Giacomitti foi criar ambientes que pudessem “crescer” junto com os donos dos quartos: gêmeos de oito anos. Para isso, as cores foram usadas de maneira marcante, de acordo com a personalidade de cada um (no primeiro quarto predomina o azul, e, no segundo, o verde) . Além disso, o ar infantil do mobiliário foi excluído, mantendo essa característica somente nos objetos decorativos que, no decorrer dos anos, poderão ser substituídos por livros ou outros itens.

Com o ar infantil na decoração, o mobiliário se torna adaptável em todas as fases da vida. 
Foto: Nenad Radovanovic
Com o ar infantil na decoração, o mobiliário se torna adaptável em todas as fases da vida. Foto: Nenad Radovanovic| Nenad Radovanovic

Para inspirar criatividade

O colorido foi usado no projeto de Amanda Fabbri para quebrar o ar formal do ambiente corporativo. O escritório de uma empresa de conteúdo para internet ganhou uma atmosfera descontraída, urbana e tecnológica, seguindo o DNA da marca. A diferença de texturas e materiais exclusivos (como luminárias inspiradas no jogo “Mario Bros”) também compõem o conceito.

Projeto de Amanda Fabbri tem luminárias exclusivas e decoração com temática do game "Mario Bros". Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
Projeto de Amanda Fabbri tem luminárias exclusivas e decoração com temática do game "Mario Bros". Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo| Fernando Zequinão

Reforço da marca

A cartela de cores alegres do projeto de Bruna Justi segue a identidade visual da empresa na área da educação. Também inspiradas no logotipo da marca, as linhas crescentes foram trabalhadas em pinturas geométricas nas paredes e na arte feita de encanamento hidráulico, que conduz a iluminação e a fiação. Com estilo contemporâneo e toques do industrial, o resultado é um espaço dinâmico e descontraído.

A identidade da marca foi reforçada com as cores adotadas no projeto. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
A identidade da marca foi reforçada com as cores adotadas no projeto. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo| Fernando Zequinão

Cores na cozinha

As cores que caracterizam os móveis de demolição deram leveza ao ambiente de Guta Nagano. A mescla do provençal com o contemporâneo buscou deixar a casa aconchegante e acolhedora. Nos demais ambientes, o colorido surge em pontos específicos, como almofadas e utensílios.

Madeira de demolição trouxe o colorido para a cozinha. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
Madeira de demolição trouxe o colorido para a cozinha. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo| Fernando Zequinão

Arte em cores

Tons alegres e lúdicos promovem combinações criativas e inesperadas na proposta de Josianne Madalosso Vassão. O projeto de um apartamento usado apenas eventualmente pelos proprietários exigia personalidade, ao mesmo tempo em que buscava oferecer conforto, propriedade e sensação de pertencimento. Com móveis flexíveis e design compacto, as cores foram usadas na parede da sala em uma arte marcante e contemporânea.

Arte nas paredes da sala deram um ar moderno para o projeto. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
Arte nas paredes da sala deram um ar moderno para o projeto. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo| Fernando Zequinão

Contrastes

O espaço colaborativo, que funciona como escritório e também recebe eventos, contrasta o colorido com o branco e diferentes texturas na proposta da OHMA Design. O projeto buscou criar um ambiente flexível e adaptável com cores que refletem a essência da marca. Com materiais de baixo custo, como a bancada de OSB, por exemplo, o projeto aposta na beleza do imperfeito, com materiais brutos, como a parede de tijolo exposto e canaletas de fios à vista.

Cores vibrantes aplicadas de maneira contemporânea buscam fomentar a criatividade no espaço colaborativo. Foto: Eduardo Macários
Cores vibrantes aplicadas de maneira contemporânea buscam fomentar a criatividade no espaço colaborativo. Foto: Eduardo Macários| Eduardo Macarios

*Especial para a HAUS.

LEIA TAMBÉM

Do lado de fora: 6 diferentes soluções para ambientes externos inspiradores

Décor com leveza: 8 ambientes com estilo clean e cores neutras

8 projetos de residências amplas que têm a integração como destaque

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]