Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
4 ambientes que agregam a paisagem externa ao projeto
| Foto: Evan Joseph

Estar dentro de casa, mas sentir-se parte de um contexto maior, mais amplo, com a leveza da natureza batendo na porta. Quem tem janelas pequenas deseja os janelões, quem tem janelões almeja uma sacada, quem tem sacada, hoje sonha com um garden.

Cada vez mais, seja pela própria reinvenção do morar, seja pela sustentabilidade, as tendências da arquitetura parecem querer reconectar os espaços com o verde lá fora.

Siga HAUS no Instagram!

Como a decoração se transforma quando o projeto transforma o “fora” no ponto focal do “dentro” de casa?

Nestes quatro projetos selecionados entre os ambientes apresentados no Anuário Haus 2020, os profissionais fazem justamente isso: transformam a área externa em parte da decoração, criando a sensação de integração e dialogando diretamente com a natureza que chama a atenção através das entradas. Conheça as propostas!

Verde em base neutra

Para desenvolver o projeto do Apartamento BPM, com 500 m² de área, a arquiteta Ana Letícia Virmond buscou tornar o ambiente elegante e confortável, enfatizando o pé direito duplo.

A aposta em tons naturais, agradáveis e calorosos, foi uma forma de criar um diálogo com o entorno do espaço. "As cores neutras, branco e caramelo favorecem um cenário leve e acolhedor que remete a ideia do bem estar da família e amigos. Além disso, o projeto conta com painéis de madeira com acabamento fosco e detalhes em laca off white valorizando o jogo de nichos sobre a lareira, ponto focal da proposta".

O brilho do mármore branco Paraná contrasta com a opacidade dos painéis, o que incrementa ainda mais a elegância do ambiente. Para complementar a ideia elaborada em cima de linhas limpas, o espaço conta com detalhes em verde que traz o paisagismo externo para dentro da casa, proporcionando uma experiência incrível e aconchegante para quem a vivencia".

De olho em Manhattan 

Priorizar a vista para o lado e para a ilha de Manhattan ao longe foi um dos principais critérios da arquiteta Carla Guilhem ao elaborar o conceito e a proposta deste projeto residencial nas redondezas de Nova York.

| Evan Joseph

"No interior, buscamos materiais e formas que pudessem trazer a sensação de natural e quente. O jogo entre orgânico e geométrico foi incorporado em muitos dos ambientes”, detalha.

| Evan Joseph

Para interligar as sala de jantar com o living e o hall de entrada, ela propõe a inclusão de um elemento em madeira que cruza todo o espaço e emoldura a vista da residência, em referência ao fluxo da água que cerca o terreno.

| Evan Joseph

O oceano na janela

De um lado, a vista para o mar, de outro, para a natureza e a vegetação da serra do mar. Cercado de belas paisagens, o apartamento de veraneio com 150 m² com projeto assinado pela Office 507 foi transformado em um espaço amplo e integrado para reunir toda a família nos momentos de lazer e descanso.

| Fernando Zequinão

No espaço com conceito aberto, a ventilação e iluminação natural proporcionam a sensação de amplitude. O sofá modular garantiu a ligação entre living e sala de jantar.

| Fernando Zequinão

A cozinha ganhou mais espaço e uma ilha central, delimitada pela área de piso feita de ladrilhos hidráulicos. Em contraste às paredes brancas, foram utilizados quadros em tons vibrantes, vegetação e pedra natural, além da mobília em madeira

| Fernando Zequinão

Nos quartos, a marcenaria sob medida combina tons amadeirados e palha natural, que representam o calor e o aconchego da casa de praia.

| Fernando Zequinão

Jardim e lazer 

Priorizando a integração entre as áreas sociais, o projeto da OneTip Arquitetura e Engenharia insere o jardim entre o espaço gourmet e a área de churrasqueira.

| Fernando Zequinão

Portas de vidro permitem que a sala de jantar se integre ao restante dos ambientes. Abertas, transformam a sala de jantar num espaço amplo que se conecta diretamente com a externa e a área gourmet.

| Fernando Zequinão

“A sala de jantar também se conecta com a sala de televisão, proporcionando assim vários pontos para a contemplação do jardim, bem como a integração dos espaços. E na área gourmet sugerimos um espaço aconchegante e descontraído”, justificam as arquitetas.

| Fernando Zequinão
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]