Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Daniele Ducate planejou o espaço gourmet para o escritório de uma empresa.
Daniele Ducate planejou o espaço gourmet para o escritório de uma empresa.| Foto: Fernando Zequinão

Conhecidas como o coração da casa, as cozinhas e áreas gourmet costumam ser ponto de encontro entre familiares e amigos. A vantagem de possuir essas instalações é que elas ampliam o espaço de convivência, tornando possível compartilhar bons momentos e ter experiências agradáveis.

Uma característica marcante das cozinhas em conceito aberto é a integração entre os demais ambientes, como, por exemplo, sala de estar e jantar. O espaço gourmet, por sua vez, costuma ser um espaço à parte, instalada no interior ou exterior da residência, com uma distribuição que acomode os convidados de maneira que possam interagir com os anfitriões.

Siga HAUS no Instagram!

Para quem busca inspirações para uma cozinha ou área gourmet com personalidade, separamos oito projetos apresentados em destaque no Portfolio HAUS, uma plataforma construída sob medida para inspirar os leitores e potenciais clientes, e conectá-los de forma rápida aos melhores profissionais. Esse novo espaço permite procurar inspirações por tipo de projeto, metragem, cômodo, entre tantos outros filtros.

Corporativo

Neste projeto, Daniele Ducate planejou o espaço gourmet para o escritório de uma empresa. O local conta com uma cozinha completa e foi dedicado a pequenas reuniões, recepção de visitantes e descontração de funcionários.

| Fernando Zequinão

Por servir de fundo durante reuniões e chamadas de vídeo com clientes e fornecedores, o cômodo precisava ser, além de funcional, bonito. Para isso, foi adicionado um túnel ripado e iluminado com perfis em LED.

Daniele Ducate planejou o espaço gourmet para o escritório de uma empresa.
Daniele Ducate planejou o espaço gourmet para o escritório de uma empresa.| Fernando Zequinão

A iluminação quente garantiu aconchego ao mobiliário que mescla estilo industrial, graças à estrutura de ferro, e provençal, nos puxadores e portas emolduradas. Para finalizar, o azul escolhido faz referência à logo da empresa e harmoniza com o restante do escritório.

Cozinha com ilha

De acordo com o pedido dos clientes, a cozinha desta casa, projetada pela arquiteta Diane Justus, deveria ser prática e pequena. Seguindo o conceito da residência - um lar com muita integração e fluidez - a cozinha foi projetada em conceito aberto permitindo permeabilidade visual com a sala de jantar e estar.

| Ricardo Perini

O ambiente recebeu uma ilha, na qual estão acoplados o cooktop e uma bancada com banquetas para refeições rápidas. A cor branca, predominante no ambiente, é contrastada pelo armário em madeira,  que embute os eletrodomésticos, e a mesa, também em madeira.

| Ricardo Perini

Multifuncional

A área de 30 m² abriga cozinha, sala de jantar e estar, e foi projetada pela arquiteta Giovanna Ataíde para ser um espaço de descanso, preparo de refeições e para receber amigos e familiares.

| Renata Salles

O amplo espaço permitiu cômodos integrados em que os mobiliário também serviram para delimitar espaço. “A mesa de jantar faz a ligação entre sala e cozinha ampliando o espaço de convivência e proporciona conforto, bem-estar e a possibilidade de reunir mais pessoas em momentos de lazer” explica Giovanna.

| Renata Salles

Para arrematar e criar aconchego, foi utilizada uma paleta de cores claras e uma iluminação que pode ser de uso geral ou direcionada a um ambiente.

Unificar ambientes

O projeto assinado por Julia Lis prioriza a integração de living, jantar, cozinha e lavanderia. “Procuramos usar uma mesma linguagem em todos esses ambientes para que eles ficassem atrelados. Para isso, foi utilizado formas lineares e painéis madeirados que, além de unificar os ambientes, possibilitaram trazer maior amplitude e sensação de espaço”, elucida Julia.

| Matheus Kaplun

Na cozinha, a arquiteta optou por vidro reflecta fumê e pedra com acabamento brilhante para garantir uma essência sóbria e elegante. Essa linguagem contrasta e ganha amplitude visual com a cor branca do restante do ambiente.

| Matheus Kaplun

Toque romântico

O estilo Provençal foi o ponto de partida para a arquiteta Laryssa Rocha projetar esta cozinha integrada com a sala de jantar. O espaço de 28 m² foi planejado para cumprir o propósito de uso e compartilhar momentos em família.

| Inez Sallum

Junto à área de preparo de alimentos foi adicionada uma bancada de pedra Silestone branca, com parte em madeira, que serve tanto para dividir os ambientes, como para refeições rápidas.

| Inez Sallum

A cor lemonade nas peças de mobiliário e iluminação em pendentes foram essenciais para criar ares sentimentais. “Com um toque romântico, como o seu sentimento no preparo de cada refeição, as cores suaves compõem um ambiente harmônico, suave e com muito sentimento”, ressalta Laryssa.

| Inez Sallum

Piso contínuo

A área social integrada, projetada por Nicolle R. Nogueira e Katherine Heim Weber, da NK Arquitetura, tinha como principal objetivo ser um espaço para receber amigos. Posicionada da frente até o fundo do terreno, o local dispõe de ventilação cruzada e integração visual com o lado externo.

| Eduardo Macarios

A utilização da paleta de cores em cinza e madeira foi um pedido dos proprietários da casa. Isso permitiu atrelar os ambientes e manter a mesma linguagem entre eles. Na cozinha, a pedra Dekton ganhou destaque devido à sua beleza e funcionalidade.

| Eduardo Macarios

A continuidade no piso demonstra a integração da cozinha com a sala. “O piso da sala é um vinílico com a cor de cimento queimado. Por ser um piso que pode ser molhado, estendemos ele até a cozinha, promovendo um ganho de amplitude no espaço.”

Área gourmet externa

A reforma desta casa, realizada por Jessica Freitas e Sabrina Pegoraro, da Onetip Arquitetura e Engenharia, priorizou a integração entre os ambientes, na qual sala de jantar e cozinha estão integradas e a área gourmet está na parte externa da residência. Para um resultado clean na parte interna, o piso de porcelanato, pastilhas em aço inox e detalhes em vidro na mesa e na cristaleira foram essenciais.

| Fernando Zequinão

“A sala de jantar procuramos integrá-la ainda mais, dispondo de portas de correr em vidro, que ao abri-las, transformam num espaço amplo e conecta-a diretamente com a área externa.”

| Fernando Zequinão

Na área gourmet, a proposta foi criar uma atmosfera intimista e descontraída, com tons escuros, iluminação quente e revestimento brick. O local é equipado com uma bancada em mármore preto Via Láctea e banquetas, geladeira, churrasqueira e forno de pizza.

| Fernando Zequinão

Espaço contemporâneo

A proposta da arquiteta Letícia Mariana Zamboni Polezelo do Studio Lunno, foi criar um espaço gourmet confortável e descontraído que oferece conforto e bem-estar aos usuários. Para isso, criou-se uma bancada de quatro lugares que aproxima os convidados do cozinheiro, aliada a uma mesa de oito lugares.

| Divulgação/Studio Lunno

“Trouxemos o forro em madeira, com spots embutidos e painéis em Muxarabi, conseguindo assim trazer contemporaneidade”, esclarece Letícia. A combinação dos tons amadeirados, o verde dos armários e o rosa das cadeiras e banquetas foram essenciais para trazer o ar descontraído.

| Divulgação/Studio Lunno
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]