Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Fitas de LED destacam livros e itens decorativos.
Fitas de LED destacam livros e itens decorativos.| Foto: Inez Sallum/Divulgação

O design de interiores e a arquitetura corporativa podem oferecer propostas cheias de personalidade, que vão muito além de salas comerciais padronizadas. Seja em consultórios, escritórios ou mesmo em instituições de ensino, é possível ousar, mantendo a elegância e a sofisticação. E, é claro, garantindo a melhor experiência para quem vai utilizar o espaço, de funcionários a clientes.

Confira todos os projetos do Anuário HAUS 2021

Para criar espaços corporativos confortáveis e funcionais, é preciso analisar quais são as necessidades da empresa ou instituição. É a partir disso que será possível definir quais serão os móveis e equipamentos mais adequados para as atividades que serão executadas, qual deverá ser a disposição do mobiliário, como será a iluminação e qual a decoração ideal.

Paleta de cores neutras transmite credibilidade e sofisticação no escritório de advocacia projetado pelo escritório Daniele Grani Arquitetura e Interiores.
Paleta de cores neutras transmite credibilidade e sofisticação no escritório de advocacia projetado pelo escritório Daniele Grani Arquitetura e Interiores.| Inez Sallum/Divulgação

Um bom projeto arquitetônico corporativo vai muito além da estética: ele pode influenciar diretamente na produtividade e criatividade de quem atua no local, estimular a interação, transmitir a identidade da empresa e causar uma primeira impressão marcante para os clientes. Selecionamos 9 projetos corporativos do Anuário HAUS 2021 que aliam beleza e funcionalidade. Confira!

Paleta neutra e materiais nobres

| Fernando Fischer/Divulgação

Elegância é a palavra de ordem deste projeto assinado pelo escritório Beth Egas Interiores. O projeto corporativo atendeu ao desejo do cliente por um consultório com materiais nobres e de bom gosto, com acabamentos impecáveis.

Para que os pacientes se sintam à vontade, foi criado um espaço com sofá e poltronas.
Para que os pacientes se sintam à vontade, foi criado um espaço com sofá e poltronas.| Fernando Fischer/Divulgação

A mesa de atendimento é um dos elementos em destaque, tanto pelo uso de mármore importado e quanto pelo acabamento do tampo e pés em meia esquadria. A paleta neutra, que prioriza tons de cinza, completa a atmosfera clean e sofisticada dos ambientes.

Espelhos fumês e boiseries levam sofisticação ao ambiente.
Espelhos fumês e boiseries levam sofisticação ao ambiente. | Fernando Fischer/Divulgação

Contemporâneo e funcional

Fitas de LED destacam livros e itens decorativos.
Fitas de LED destacam livros e itens decorativos. | Inez Sallum/Divulgação

O conceito aberto, contemporâneo e funcional foi o ponto de partida deste projeto de arquitetura corporativa assinado por Daniele Grani. O local passou por uma reforma e ampliação de três salas comerciais para acomodar o escritório de advocacia. Para que isso fosse possível, as paredes foram derrubadas e as três salas comerciais deram lugar a um ambiente com espaço mais otimizado.

Neste projeto, as escolhas contribuem para criar um ambiente aconchegante.
Neste projeto, as escolhas contribuem para criar um ambiente aconchegante. | Inez Sallum/Divulgação

As salas e área de reuniões têm privacidade com o drywall e divisórias de vidro com isolamento acústico da Squadro. A escolha pelo revestimento de MDF amadeirado, tapetes e decoração da Sierra em tons terrosos, contribuem para criar um ambiente aconchegante.

Tons quentes da obra de arte e do revestimento amadeirado trazem mais vivacidade ao ambiente.
Tons quentes da obra de arte e do revestimento amadeirado trazem mais vivacidade ao ambiente.| Inez Sallum/Divulgação

Ambiente de inovação

Habitat Senai é resultado de um trabalho coletivo e a prova de que um bom projeto pode aproximar diferentes ecossistemas em um único espaço.
Habitat Senai é resultado de um trabalho coletivo e a prova de que um bom projeto pode aproximar diferentes ecossistemas em um único espaço.| Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Um ambiente para aproximar indústrias e incentivar empresas inovadoras a criar e executar novas soluções: esse é o objetivo do Habitat Senai. Quem assinou o projeto desse hub de inovação foi a arquiteta Maiara Faria, que criou um espaço corporativo impactante e diferente do comum.

| Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Cores vibrantes e formas orgânicas se destacam nos ambientes, que foram planejados para estimular a interação. O conceito do projeto se baseou em três pilares: conectividade, inovação e futuro hoje.

| Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Biblioteca contemporânea

Foram patrocinadores do projeto as empresas VOLVO, Novozymes, Grupo Potencial, Teckma Group, Impextraco e Frameport. A produção é da Montenegro Produções.
Foram patrocinadores do projeto as empresas VOLVO, Novozymes, Grupo Potencial, Teckma Group, Impextraco e Frameport. A produção é da Montenegro Produções. | Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Bibliotecas que integram as Escolas Sociais Grupo Marista foram revitalizadas com um toque contemporâneo no projeto Bibliotecarte, que utiliza cores, formas e materiais para estimular a criatividade e a produtividade de crianças e jovens. O espaço projetado pelo escritório Nonnie Fenianos Arquitetura, Arte e Design traz uma área de leitura em que a forma e disposição do mobiliário não são nada convencionais.

| Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

A natureza integra o espaço por meio de plantas naturais e dos móveis amadeirados em chapas de MDF Eucatex, da linha BP Raízes nas cores “Noce oro” e “Lâmina Dourada”, executados pela E10 Home.

Natureza do lado de dentro

| Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Projetos de arquitetura corporativa não precisam ser sóbrios, e esse espaço assinado pela arquiteta Val Ruon é a prova disso. A profissional trouxe a natureza para o interior da sede da imobiliária por meio de um belo jardim vertical. As plantas levam cores vivas para o ambiente de tons neutros e elegantes. A madeira presente no mobiliário reforça a atmosfera aconchegante e o frescor da natureza. Juntos, os elementos proporcionam um espaço único para os colaboradores e clientes.

| Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Aconchego e sofisticação

A clínica foi setorizada em dois consultórios, sala de esterilização, recepção com espera, escritório e lavabo.
A clínica foi setorizada em dois consultórios, sala de esterilização, recepção com espera, escritório e lavabo.| Francis Larsen/Divulgação

O escritório Patricia Zat - Arquitetura & Planejamento teve um grande desafio neste projeto: foi necessário desmembrar todo o espaço de uma residência para transformá-la em uma clínica odontológica. O conceito foi trazer aconchego e sofisticação para que o espaço fosse atrativo ao público A.

Decoração em dourado: luxo e sofisticação.
Decoração em dourado: luxo e sofisticação. | Francis Larsen/Divulgação

Foram trabalhados revestimentos como o porcelanato branco calacata e, para compor, madeira com tonalidade e veios. Perfis de LED evidenciam a recepção, enquanto o projeto luminotécnico destaca os setores nos quais a iluminação técnica é necessária.

Experiência sensorial

Painel ripado é o pano de fundo das prateleiras decorativas.
Painel ripado é o pano de fundo das prateleiras decorativas.| Rodrigo Ramirez/Divulgação

Muito além de um projeto arquitetônico corporativo tradicional, o Estúdio Elmor projetou este consultório pensando na experiência sensorial dos pacientes. Para isso, elementos de recuperação foram expostos desde a sala de espera até o momento da consulta. A natureza também está presente nos ambientes por meio de plantas e do mobiliário em madeira. O projeto faz uso de artifícios como aromaterapia, musicoterapia e a materialidade do design e da arquitetura para promover o bem-estar físico, mental e social do paciente.

| Rodrigo Ramirez/Divulgação

Equilíbrio e harmonia

O estúdio projetou sua nova sede aplicando conceitos do neuro feng shui.
O estúdio projetou sua nova sede aplicando conceitos do neuro feng shui. | Divulgação

Para sua nova sede, o SB Studio Design de Interiores transformou uma sala comercial de 30 m² em um espaço funcional e aconchegante, que traz a sensação de lar tanto para trabalhar quanto para receber clientes. O painel de lastras na entrada em composição com o porcelanato de grande formato no piso inspiram modernidade e atemporalidade neste projeto de arquitetura corporativa.

| Divulgação

A marcenaria detalhada numa paleta que transita do ouro acetinado ao off white é aquecida por tons amadeirados, trazendo equilíbrio e harmonia. O projeto luminotécnico, marcado com perfis em LED, entrega conforto visual e um forte apelo estético, valorizando cada detalhe encontrado nos elementos dourados que permeiam a décor.

Reforma comercial

| Bia Nauiack/Divulgação

Transformar um barracão com cerca de 40 anos em um ambiente corporativo moderno: esse foi o desafio da arquiteta Lia Meger neste projeto de retrofit. A reforma teve que ser completa, já que o antigo depósito não tinha sequer banheiro — um dos cômodos adicionados, além de outros básicos para o uso de funcionários, como o vestiário, o refeitório e a sala de reuniões. Na última, o destaque é a explosão de cores trazida pelo mural pintado na parede.

| Lia Meger/Arquivo Pessoa

Por meio do “mais30mais”, o escritório Lia Meger Arquitetura Estratégica propõe a reforma de imóveis antigos, aumentando seu valor de mercado. Meger salienta que, na arquitetura corporativa, é preciso se atentar a alguns detalhes específicos na hora de reformar. “Primeiramente é preciso checar se a utilização que está sendo proposta é permitida para o imóvel. Além disso, é necessário colocar todos os equipamentos de tecnologia que podem ser utilizados no local para modernizá-lo”, lembra a arquiteta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]