Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Jaime Lerner é um dos arquitetos e urbanistas mais importantes da história do mundo ao liderar a revolução urbana em Curitiba.
Jaime Lerner é um dos arquitetos e urbanistas mais importantes da história do mundo ao liderar a revolução urbana em Curitiba.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo/Arquivo

Uma semana triste para a arquitetura mundial. Depois de Paulo Mendes da Rocha, falecido no último domingo (23), o arquiteto e urbanista Jaime Lerner deixa seu legado registrado na história ao ser vítima de uma complicação renal nesta quinta-feira (27).

Com 83 anos e na ativa em seu escritório no bairro Cabral, em Curitiba, até antes de ser hospitalizado, Lerner tem seu trabalho reconhecido a nível mundial ao propor soluções simples, mas eficazes, para os problemas das cidades, por meio do que chamava de "acupunturas urbanas".

Era adepto, também, do privilégio ao pedestre, ao verde, da proximidade entre trabalho, lazer e moradia, o que reduz o tempo de deslocamento dos cidadãos e, consequentemente, traz mais qualidade de vida para eles.

Siga a HAUS no Instagram

Qualidade de vida esta que ele também traduziu em mobilidade urbana e em parques e praças emblemáticos, que fizeram de suas instalações os pontos turísticos mais famosos da capital paranaense e elevaram a cidade como destino atraente aos olhos do Brasil e do mundo.

Jaime Lerner faleceu nesta quinta-feira (27), aos 83 anos.
Jaime Lerner faleceu nesta quinta-feira (27), aos 83 anos.| Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo

Não à toa a revista americana "Time" listou Lerner entre os 25 pensadores mais influentes do mundo. Mesma linha seguida pela também norte-americana "Planetizen", dedicada aos temas de planejamento urbano, que concedeu ao arquiteto sua medalha de prata ao listá-lo como o 2° maior urbanista do mundo, em 2018.

“[Curitiba] É uma reposta para uma pergunta que de outra forma seria hipotética: como as cidades seriam se urbanistas, e não políticos, estivessem no poder?”, elogiou, por sua vez, o "The New York Times" em 2007.

Como todo gênio que se vai, Lerner não o fez sem antes deixar um legado que, com toda a certeza, será eterno. E, mais do que isso, que continuará a inspirar estudantes, incorporadores, instituições, governantes e pessoas comuns que veem na cidade o seu lugar e, portanto, querem fazer dela cada vez melhor.

Conheça dez dos inúmeros projetos assinados por Jaime Lerner e sua equipe, e que estão entre os mais emblemáticos de sua carreira.

Rua XV de Novembro

Ninguém nega que a Rua XV de Novembro é um dos endereços queridinhos dos curitibanos e de quem visita a capital. Fechado para os carros, o calçadão liga a Praça Osório à Praça Santos Andrade, no Centro, e reúne uma infinidade de lojas. Por ele, é possível andar apressado rumo ao trabalho ou desfrutar um tempo admirando as flores, os transeuntes, a cidade.

Vista aérea geral do calçadão da Rua XV de Novembro no centro de Curitiba
Calçadão da Rua XV de Novembro, fechada por Lerner para o trânsito de veículos na década de 1970. | Daniel Castellano/Arquivo/Gazeta do Povo

O que muita gente desconhece é que este sucesso todo não veio antes de muita polêmica. Em 1972, quando o trânsito da via foi fechado para os carros, Lerner enfrentou resistência dos lojistas, dos motoristas e das pessoas que circulavam pelo centro e não viam com bons olhos a iniciativa. Para dar celeridade à ideia e evitar demandas judiciais que inviabilizassem a obra, começou o calçamento na tarde de uma sexta-feira de março e, na segunda-feira seguinte, à noite, todo o calçamento estava concluído. Para a inauguração, o então prefeito colocou mais de 150 crianças para pintarem ao ar livre sobre o calçadão - tradição que se mantém viva até hoje.

Curitiba de metal

Jardim Botânico de Curitiba, inaugurado sob a gestão Lerner juntamente com as demais obras em metal e vidro.
Jardim Botânico de Curitiba, inaugurado sob a gestão Lerner juntamente com as demais obras em metal e vidro. | Lineu Filho/Tribuna do Paraná

Pense em três cartões-postais de Curitiba! É bastante provável que, pelo menos um deles, leve a assinatura de Jaime Lerner e de sua equipe. Isso porque, nos início dos anos 1990, em sua terceira gestão à frente da prefeitura da cidade, Lerner inaugurou não apenas novos espaços de lazer para os curitibanos, mas uma nova linguagem arquitetônica, em metal e vidro, que deu a cara da Curitiba moderna.

Ópera de Arame, em Curitiba.
Ópera de Arame, em Curitiba.| Marcelo Andrade/Arquivo/Gazeta do Povo

São eles: o Jardim Botânico, a Rua 24 Horas e a Ópera de Arame. “Estas eram obras que precisavam ser construídas rapidamente, e o material metálico foi o escolhido pela agilidade [que proporciona]. Elas estão incluídas na escola da boa arquitetura, que é a arquitetura simples, marcante e rápida em sua execução”, apontou Lerner em entrevista a HAUS em 2017.

Rua 24 Horas.
Rua 24 Horas.| Hugo Arada/Arquivo/Gazeta do Povo

BRT

"O metrô é muito caro" -- além de lendário para Curitiba. A partir desta afirmação, o arquiteto e sua equipe desenvolveram o sistema de transporte por canaletas exclusivas (o BRT), conhecida na capital paranaense como a "linha do expresso".

operação_transporte_onibus
Sistema de transporte por canaleta exclusiva até hoje é copiado mundo afora. | Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo

A ideia era simples, mas de impacto: transportar o conceito do metrô para a superfície, com embarque rápido, poucas paradas, e frequência de veículos. Deu certo! Tão certo que o modelo foi copiado (ou pelo menos serviu de inspiração) para renovações realizadas não apenas em cidades brasileiras, mas em mais de 250 pelo mundo todo.

Balneário Camboriú

Destino litorâneo dos mais disputados da região sul, Balneário Camboriú recorreu à experiência e às soluções que marcam a trajetória do arquiteto e urbanista Jaime Lerner para o planejamento do que será o futuro da cidade.

Fechamento de ruas para os pedestres está entre as soluções propostas no masterplan de Balneário Camboriú.
Fechamento de ruas para os pedestres está entre as soluções propostas no masterplan de Balneário Camboriú. | Divulgação

Macrodrenagem, revitalização de passeios, inserção de novos equipamentos urbanos, de um Distrito de Inovação e, claro, o fechamento de algumas ruas para o trânsito de veículos estão contemplados no projeto.

Orla do Guaíba

Antes disso, foi a vez de Porto Alegre (RS) apresentar aos turistas e cidadãos outro projeto de revitalização assinado por Lerner, desta vez no Parque da Orla do Guaíba. Inaugurada em junho de 2018, a obra contempla bares conectados por arquibancadas contínuas em concreto para que os frequentadores possam admirar dali o famoso pôr do sol no lago porto-alegrense.

Parque Urbano da Orla do Guaíba
Revitalização da Orla do Guaíba, em Porto Alegre. | Arthur Cordeiro

Pistas de caminhada, corrida e ciclismo, um restaurante panorâmico e um "chão de estrelas" -- solução que proporciona uma faixa de 300 metros lineares de pontos luminosos concretados junto ao piso, resultando em um efeito poético --, são outras atrações do projeto, que também contou com a participação da curitibana Grifo Arquitetura.

Palafitas de Santos

Mudanças não significam rompimentos, mas sim adaptações. Esta afirmação pode resumir o projeto de requalificação urbana que o escritório Jaime Lerner Associados apresentou para diversos pontos da cidade litorânea de Santos (SP), em especial a das áreas de palafitas.

Projeto para Santos propõe a requalificação das palafitas, tipo de moradia comum ao local.
Projeto para Santos propõe a requalificação das palafitas, tipo de moradia comum ao local.

Ao invés de suprimir este tipo de moradia dia, como seria de se esperar, o projeto propõe a requalificação dele, abraçando a identidade da comunidade local e atualizando a linguagem arquitetônica das construções. A regularização da rede elétrica e de esgoto e a educação ambiental para recuperar os mangues da área também estão previstos no projeto.

São Paulo

A maior metrópole das Américas não poderia ficar sem um projeto de Lerner para chamar de seu. A prefeitura da capital paulista apresentou, em 2017, o projeto de requalificação da região central da cidade, tendo à frente o arquiteto curitibano.

Projeto "Centro Novo", elaborado por Lerner e sua equipe para São Paulo.
Projeto "Centro Novo", elaborado por Lerner e sua equipe para São Paulo. | Divulgação

Batizado "Centro Novo", o projeto pretendia levar para São Paulo a mesma filosofia que tornou Curitiba conhecida no mundo todo durante as gestões de Lerner como prefeito: mobilidade [com a inserção de uma linha Circular Centro e transporte dos passageiros por Veículos Leves Sobre Pneus (VLPs) movidos a energia elétrica]; atenção ao pedestre e requalificação do espaço público por meio da criação de boulevares ao longo das principais vias do centro; e incentivo à construção de edifícios icônicos que criassem novas referências verticais na paisagem paulistana.

Angola

Treze planos urbanísticos, 40 mil moradias. Estes são os números do projeto que o escritório de Lerner assinou para Angola tendo como desafio auxiliar o país a atender a grande demanda existente por habitação a um custo acessível, sem deixar de lado a criação de espaços urbanos que contemplem o sentido de comunidade, identidade e diversidade de tipos, usos e de funções urbanas.

Projeto para Angola previa a construção de 40 mil moradias.
Projeto para Angola previa a construção de 40 mil moradias.| Reprodução/Jaime Lerner Arquitetos Associados

Para isso, foram propostas tecnologias de escala industrial, sem que se perdesse de vista, porém, a customização dos projetos de forma a que eles se adequassem às características físico-ambientais e expressassem a singularidade de cada uma das áreas.

Escritório

Não é exagero pensar que a mente visionário de Lerner poderia ser alimentada pelas vivências, memórias e pela paisagem que o cercava no dia a dia da profissão. Isso porque a sede do escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados funciona na que, no passado, foi a casa do arquiteto e de sua família, um verdadeiro refúgio em meio ao Cabral.

Sede do escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados.
Sede do escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados. | Divulgação

Ao se atravessar o portão, o paisagismo exuberante, os diversos tons de verde e o reflexo da luz do sol parece transportar as pessoas para um outro lugar, distante das torres verticalizadas e de uma das "canaletas do expresso" criadas por ele, localizada a poucos passos do endereço. Ali, ele desenhava, projetava e discutia soluções junto com sua equipe e recebia a imprensa, convidados e amigos -- não foram poucos os encontros regados à música e boas risadas.

Carro elétrico

Uma vida intelectual longeva e intensa não foi suficiente para Jaime Lerner realizar todos os seus projetos. Um dos mais emblemáticos dele dizia respeito ao desenvolvimento de um carro, o Dock Dock, cujo protótipo foi apresentado por ele entre 2011 e 2012.

Lerner e seu Dock Dock.
Lerner e seu Dock Dock.| Reprodução

A ideia era a de um veículo pequeno, feito de materiais reciclados e alimentado por eletricidade, com autonomia de 100 km e até 25 Km/h de velocidade.

Conteúdo editado por:Luan Galani
7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]