A arquitetura macabra do Templo Satânico reconhecido como igreja pelo governo dos EUA

Parece saído de um filme de terror: casa histórica em estilo inglês e estátua gigante de bode são destaques

Ritual realizado em Detroit, nos Estados Unidos, em um dos templos satânicos. Foto: Facebook/Reprodução

por HAUS*

24/06/2019

compartilhe

“Encorajar a benevolência e a empatia entre todas as pessoas, rejeitar a autoridade tirânica e defender o bom senso prático e a justiça”. Esta é uma das missões do ‘The Satanic Tample’, o Templo Satânico dos Estados Unidos, em tradução livre. A organização conta com 18 unidades em diferentes estados, como Flórida e Chicago, com sede na cidade de Salem, Massachusetts, em uma antiga casa funerária no estilo mansão vitoriana, comas tábuas são na horizontal, como manda a tradição inglesa de construção com madeira.

Desde abril deste ano o templo foi enquadrado como uma instituição beneficente, mesma categoria de uma igreja ou entidade de caridade, pelo Serviço de Impostos Internos dos Estados Unidos, do governo federal, que disponibiliza incentivos fiscais aos cidadãos que colaboram financeiramente com a organização.

Foto: Facebook/Reprodução

Diferente da ideia mais comum, os membros do templo não acreditam na existência do diabo ou do sobrenatural, mas sim na investigação racional e pensamento crítico, isento de tradições cristãs.

Além das atividades tradicionais, como rituais, a organização conta com uma loja online; A ‘Shop Satã’ comercializa camisetas, acessórios, velas, óleos e até sacolas personalizadas.

Fundada por Lucien Greaves, em 2013, reúne mais de 50 mil membros e foi tema do documentário ‘Hail Satan’ produzido pela cineasta Penny Lane.

Sede da igreja em Massachussets, em um antigo casarão vitoriano. Foto: Dustin Luca/The Salem News/Reprodução

O altar principal do espaço destaca uma estátua de bronze de quase três metros de altura, batizada de Baphomet, que representa um anjo alado com cabeça e pernas de bode, além de um pentagrama no encosto da poltrona e duas crianças em adoração. A estátua é assinada por Mark Porter, e foi inspirada em desenhos do ocultista francês Eliphas Levi.

Foto: Facebook/Reprodução

Além das luzes vermelhas, que reforçam a atmosfera cenbográfica, todo o restante da decoração preserva aspectos arquitetônicos originais do casarão, sem grandes incursões por aspectos mais folclóricos da crença.

Foto: Facebook/Reprodução

*Colaborou Millena Prado.

LEIA TAMBÉM:

A história da igreja polonesa que já reuniu os exorcistas de Curitiba

Arte dentro de igreja gótica chama atenção de fiéis

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você