Arquiteto e designer instalam gangorras na fronteira EUA-México para questionar muro entre países

Brinquedos foram instalados para que crianças dos dois lados possam interagir

Gangorra entre Estados Unidos e México questiona muro entre as fronteiras. Foto: Luis Torres/AFP

por Gazeta do Povo

30/07/2019

compartilhe

O arquiteto Ronald Rael e a designer Virginia San Fratello instalaram 29 gangorras na fronteira entre México e Estados Unidos para questionar o muro que divide os países. Os brinquedos foram colocados entre Sunland Park, na cidade do Novo México, nos EUA, e Anapra, no México.

Eles se aproveitaram da cerca metálica com vãos na fronteira e encaixaram as gangorras. O plano existe desde 2009, quando ambos pensaram em ações e propostas de design para reconsiderar a barreira.

 

Ver essa foto no Instagram

 

One of the most incredible experiences of my and @vasfsf’s career bringing to life the conceptual drawings of the Teetertotter Wall from 2009 in an event filled with joy, excitement, and togetherness at the borderwall. The wall became a literal fulcrum for U.S. – Mexico relations and children and adults were connected in meaningful ways on both sides with the recognition that the actions that take place on one side have a direct consequence on the other side. Amazing thanks to everyone who made this event possible like Omar Rios @colectivo.chopeke for collaborating with us, the guys at Taller Herrería in #CiudadJuarez for their fine craftsmanship, @anateresafernandez for encouragement and support, and everyone who showed up on both sides including the beautiful families from Colonia Anapra, and @kerrydoyle2010, @kateggreen , @ersela_kripa , @stphn_mllr , @wakawaffles, @chris_inabox and many others (you know who you are). #raelsanfratello #borderwallasarchitecture

Uma publicação compartilhada por Ronald Rael (@rrael) em

Rael é professor no Departamento de Arquitetura da Universidade da California, em Berkeley, e já recebeu o prêmio de Voz Emergente da Liga de Arquitetura de Nova York, um dos mais cobiçados dos EUA. Virginia é professora do Departamento de Design na Universidade Estadual de São José, também nos EUA.

Foto: Luis Torres/AFP

“Não há dois lados definidos por um muro. Isto é uma só paisagem, dividida“, disse Rael em uma palestra no TED. Para o arquiteto, fronteira é uma linha em um mapa, um local onde as culturas se misturam e se fundem de formas magníficas, por vezes violentas e, ocasionalmente, ridículas.

Foto: Luis Torres/AFP

No futuro próximo, a intenção dos pesquisadores é criar outras intervenções para ressignificar o muro e, quem sabe, até ajudar a apagá-lo do mapa.

LEIA TAMBÉM:

Evento gratuito em Curitiba reúne grandes nomes do design e da arquitetura; saiba como participar

Móveis multifuncionais e upcycling transformam apê de 50m²

O que Viena tem que faz dela a melhor cidade do mundo por 10 anos consecutivos?

Curitiba ganhará Praça da Rússia com estátuas assinadas por escultor polêmico

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você