Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Barcelona é eleita Capital Mundial da Arquitetura para 2026
| Foto: Pixabay

Menos de uma semana após o encerramento de sua 27ª edição, realizada no Rio de Janeiro, o Congresso Mundial de Arquitetos anunciou nesta quarta-feira (28) a escolha de Barcelona como a Capital Mundial da Arquitetura para 2026. A cidade catalã concorreu com Pequim pelo direito de receber o evento e foi eleita em Assembleia Geral da União Internacional de Arquitetos (UIA).

Sob o lema "Um hoje, um amanhã", as discussões desta que será a 29ª edição do congresso estarão centradas no papel da arquitetura para o desenvolvimento sustentável das cidades e sua resposta aos desafios urbanos.

Siga a HAUS no Instagram

Esta será a segunda vez que a capital Catalã recebe o UIA. Em 1996, Barcelona já foi sede do congresso mundial, reunindo mais de nove mil pessoas na ocasião.

“Internacionalmente ainda estamos associados à arquitetura dos Jogos Olímpicos, mas desde 1992 muitas coisas foram feitas e muito boas, existe uma arquitetura muito poderosa, mais consciente e responsável com o meio ambiente, que vale a pena divulgar. Era preciso levantar o peito, relançar a marca e colocar Barcelona de volta no mapa do mundo porque estávamos perdendo fôlego”, afirmou o arquiteto e urbanista Daniel Mòdol, que foi o primeiro promotor da proposta desde quando era conselheiro de Arquitetura na Câmara de Vereadores da cidade, entre 2015 e 2019, ao jornal espanhol "La Vanguardia".

Copenhague

Antes de Barcelona, no entanto, Copenhague sediará a edição 2023 do evento, também sob a chancela de Capital Mundial da Arquitetura.

Copenhague receberá o UIA em 2023.
Copenhague receberá o UIA em 2023.| Matias Callone/Flickr

“Estamos muito felizes em ver a tocha do título de Capital Mundial da Arquitetura passar do Rio de Janeiro para Copenhague”, disse Audrey Azoulay, diretor-geral da Unesco, parceira da UIA e responsável por designar as cidades-sede do Congresso Mundial da UIA, ao lembrar da eleição da cidade brasileira como a primeira Capital Mundial da Arquitetura pela entidade.

"A inauguração da Capital Mundial da Arquitetura do Rio foi um verdadeiro sucesso, destacando o importante papel do planejamento urbano, notadamente no contexto da pandemia. Copenhague se baseará nas conquistas do Rio, continuando a mostrar a maneira pela qual arquitetura e cultura podem responder aos desafios de nosso tempo, especialmente no campo ambiental”, completou.

Na capital dinamarquesa, o congresso terá como tema “Futuros Sustentáveis ​​- Não Deixe Ninguém para Trás”. As discussões tratarão sobre como a arquitetura e o design urbano contribuem para cumprir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ONU).

Conteúdo editado por:Luan Galani
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]