Interação com pedestres marca projeto de novo café na Vicente Machado

Fachada ao estilo lousa convida pedestres e interagirem com o Go Coffee, café que inaugura no próximo dia 30 de outubro.

Imagem: Divulgação

por Júlia Rohden*

23/10/2017

compartilhe

Quem caminha pela Avenida Vicente Machado, na esquina com a Rua Brigadeiro Franco, encontra um painel que imita um quadro escolar com a pergunta “Como você gosta do seu café?”. Uma caixa de giz disponibilizada abaixo dele permite aos pedestres registrarem suas preferências na fachada do novo Go Coffee, café criado para ser um refúgio rápido em meio à avenida agitada e que será inaugurado no próximo dia 30 de outubro.

Foto: André Henning

Mural na fachada permite aos pedestres interagirem com o novo café. Foto: André Henning/Divulgação.

O pequeno estabelecimento, com espaço para 16 pessoas sentadas, foi pensado para o estilo to go, com opção para viagem ou para uma pausa rápida. “Temos um ambiente funcional e uma linha de embalagens que possibilita a pessoa pegar o café e sair andando, mas também temos uma área para as pessoas sentarem e aproveitarem o local”, diz o arquiteto André Henning, responsável pelo projeto e um dos sócios do estabelecimento.

Imagem: Divulgação

Café tem espaço para 16 pessoas sentadas e também serve cafés e doces no estilo to go. Imagem: Divulgação.

Ele comenta que a decoração apostou em um visual minimalista e investiu em elementos artísticos, como o desenho de pássaros no espelho feito pela artista plástica paranaense Daniele Henning.

 

GoCoffee Projeto (3)

Decoração minimalista em tons de verde e preto transforma o café em uma espécie de refúgio urbano. Imagem: Divulgação.

Após a inauguração, o adesivo preto da fachada será retirado. “A fachada ficará toda em vidro para os clientes observarem a rua enquanto degustam seu café”, explica o arquiteto. No entanto, a possibilidade de escrever ou desenhar com giz continuará presente no pilar central do café, que recebeu uma tinta especial para imitar um quadro escolar.

Contrastes

O verde e o preto remetem a ideia do café como um pequeno refúgio no meio urbano, um contraste que se complementa. André Henning explica que o verde é atípico em outras cafeterias, que normalmente apostam em tons terrosos. Essa tonalidade, aliada ao uso de plantas na parte interna, foi usada para trazer conforto aos clientes que preferirem ficar no local e sentar em uma das cadeiras, banquetas ou no sofá em lona verde.

Go Coffee Foto detalhes (8)

Go Coffee será inaugurado no próximo dia 30 de outubro. Imagem: André Henning/Divulgação.

O mobiliário com madeira de demolição completa o efeito rústico e industrial do espaço. O Go Coffee abre as portas  servindo diferentes opções de café e doces, como muffins, cookies e brownies.

Café com beleza

O espaço onde foi instalado o café era uma parte do salão de beleza que permanece em funcionamento ao lado do Go Coffee. O arquiteto conta que o maior desafio foi integrar os dois estabelecimentos. “Fizemos uma pequena abertura que integrou o café com o salão de beleza, mas o cliente quando entra não percebe essa integração. Tivemos cuidado para que não ficasse um clima de salão dentro do café”, acrescenta.

*Especial para Gazeta do Povo

LEIA TAMBÉM

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você